Organização Vascular do Caule em Xyris L. (Xyridaceae)

Autores

  • M.G. Sajo Departamento de Botânica USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v13i0p49-66

Palavras-chave:

Xyris, Xyridaceae, PTM, stem vascularization

Resumo

Foram estudados sob o aspecto anatômico três tipos de caules, morfologicamente bastante distintos, presentes nas espécies Xyris spinulosa Kral & Smith, Xyris pterigoblephara Steud e Xyris dawsonii Smith &, Downs. O sistema vascular do caule das espécies estudadas, pode ser subdividido nas seguintes unidades: a) o sistema de feixes anfivasais, que se prolongam em traços foliares e feixes fundamentais de inflorescência, e que ocupam a porção central do caule; b) o sistema vascular da base das raízes adventícias, que se origina no limite do cilindro central e c) o sistema de plexos periféricos, que delimita a região do cilindro vascular e efetua a intercomunicação folha-raiz, integrando os sistemas anteriores. Tanto as raízes adventícias, como os plexos vasculares periféricos originam-se a partir da região do meristema apical, denominada meristema de espessamento prirnário (MEP).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1992-06-25

Como Citar

Sajo, M. (1992). Organização Vascular do Caule em Xyris L. (Xyridaceae). Boletim De Botânica, 13, 49-66. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v13i0p49-66

Edição

Seção

Artigos