A Família Melastomataceae nas Formações Campestres do Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil

Autores

  • B. Chiavegatto Departamento de Botânica USP
  • J.F.A. Baumgratz Departamento de Botânica USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v25i2p195-226

Palavras-chave:

savana, “cerrado”, “campos”, floristics, Melastomataceae, Parque Estadual do Ibitipoca

Resumo

Apresenta-se um estudo taxonômico das Melastomataceae nas formações campestres do Parque Estadual do Ibitipoca, situado no município de Lima Duarte, entre 800-1.784m de altitude, objetivando ampliar o conhecimento sobre a diversidade e aspectos florísticos da família nas diferentes fitofisionomias campestres. A família e uma das mais diversificadas na área, representada por 10 gêneros e 28 espécies, assim distribuídas: Chaetostoma. Marcetia e Siphanthera (1 sp. cada); Cambessedesia. Lavoisiera. Microlicia e Trembleya (2 spp. cada); Miconia (5 spp.); Leandra e Tibouchina (6 spp. cada). Apresentam-se chave analítica, des­crições morfológicas e ilustrações, além de dados sobre distribuição geográfica e comentários sobre as espécies

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-01

Como Citar

Chiavegatto, B., & Baumgratz, J. (2007). A Família Melastomataceae nas Formações Campestres do Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil. Boletim De Botânica, 25(2), 195-226. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v25i2p195-226

Edição

Seção

Artigos