Revisão taxonômica de Encholirium Mart. ex Schult. & Schult. f.

Autores

  • R.C. Forzza Departamento de Botânica USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v23i1p1-49

Palavras-chave:

Bromeliaceae, Pitcairnioideae, Encholirium, taxonomy

Resumo

E apresentada a revisão taxonômica de Encholirium, gênero exclusivamente brasileiro cuja distribuição está intimamente associada a afloramentos rochosos, sendo que a maioria das espécies é encontrada nos afloramentos rochosos do cerrado e caatinga, e nos campos rupestres da Cadeia do Espinhaço de Minas Gerais. Apenas duas espécies ocorrem nos inselbergs dentro dos domínios da floresta atlântica. No presente tratamento são reconhecidas para o gênero 23 espécies. Esta sendo sugerida a transferência de Dyckia bifiora para Encholirium, uma nova espécie esta sendo descrita, dois nomes permaneceram duvidosos e 13 binômios estão sendo colocados em sinonímia. Os caracteres que se mostraram mais relevantes para a circunscrição das espécies de Encholirium foram: hábito (incluindo altura da planta, diâmetro e aspecto geral da roseta), tamanho das brácteas do escapo, tamanho das brácteas florais em relação ás flores, comprimento do pedicelo, forma e coloração das sépalas e pétalas, e posição dos estames e do estilete em relação á corola. São apresentadas chaves de identificação para as espécies de Encholirium, descrições, ilustrações, distribuição geográfica, comentários sobre aspectos taxonômicos e nomenclatórios, bem como alguns aspectos referentes á fenologia e conservação de cada espécie.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-06-03

Como Citar

Forzza, R. (2005). Revisão taxonômica de Encholirium Mart. ex Schult. & Schult. f. Boletim De Botânica, 23(1), 1-49. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v23i1p1-49

Edição

Seção

Artigos