[1]
W. Monteiro-Scanavacca, “Vascularização e Natureza de Estruturas do Androceu em Lecythidaceae”, Bol. bot., vol. 3, p. 61-73, jun. 1975.