Bissexualidade e gramáticas emocionais em relatos de jovens universitários no Rio de Janeiro

  • Diego Sousa Schiavo Calmon Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Bissexualidade, emoções, micropolítica, interação social, bissexuais

Resumo

O presente artigo está situado na interface entre o campo da antropologia das emoções, da perspectiva construtivista da sexualidade e da sociologia interacionista. Propõe-se examinar as gramáticas emocionais e a micropolítica das emoções que acompanham os processos parciais de controle e exposição da informação de si, entre jovens universitários que se identificam como bissexuais e residem no Rio de Janeiro. Atenta-se pelos enquadres situacionais descrito pelos jovens, tais como os aspectos comportamentais e afetivos incutidos na interação social. Os relatos são compostos por experiências afetivas presentes em interações sociais nas quais os jovens se apresentam como bissexuais para seus interlocutores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABU-LUGHOOD, Lila; LUTZ, Catherine A. Introduction. ABU-LUGHOOD, Lile; LUTZ, Catherine (Ed.). Language and the politics of emotion. Cambridge: Cambridge University Press, 1990. p. 1-23.
ANGELIDES, Steven. A history of bisexuality. Chicago: University of Chicago Press, 2001.
COELHO, Maria Claudia. Apresentação. In: Maria Claudia Coelho (org.) Estudos sobre interação: textos escolhidos. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013.
DOLZANI, Miriam. As formas eróticas em Simmel. In: Revista Intratextos, 2013, vol. 4, nº1, p. 180-193.
FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 1: a vontade de saber. 23ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2013.
GAGNON, John H. Uma interpretação do desejo: ensaios sobre o estudo da sexualidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2006.
GARBER, Marjorie. Vice-Versa: bissexualidade e o erotismo na vida cotidiana. Rio de Janeiro: Record, 1997.
GOFFMAN, Erving. Comportamentos em Lugares Públicos: nota sobre a organização social dos ajuntamentos. Petrópolis: Editora Vozes, 2010.
______. Ritual de interação: ensaios sobre o comportamento face a face. 2ª ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.
______. Os quadros da experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis, Vozes, 2012.
______. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Rio de Janeiro: LTC, 2012.
______. “Footing”. In: RIBEIRO, Branca Telles; GARCEZ, Pedro. (Orgs). Sociolinguística interacional. São Paulo: Edições Loyola, 2013.
HOCHSCGILD, Alie Russell. Trabalho emocional, regras de sentimento e estrutura social. In: Maria Claudia Coelho (org.) Estudos sobre interação: textos escolhidos. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2013.
LUTZ, Catherine A. Unnatural Emotions: everyday sentiments on a Micronesian atoll & their challenge to Western theory. Chicago: University of Chicago Press, 1998.
REZENDE, Claudia Barcellos; COELHO, Maria Claudia. Antropologia das emoções. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010.
RUBIN, Gayle. Políticas do sexo. São Paulo: Ubu Editora, 2017.
SEDGWICK, Eve Kosofsky. “A epistemologia do armário”. Cadernos Pagu, nº28, p. 19-54, 2007.
SIMMEL, Georg. Questões fundamentais de sociologia: indivíduo e sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.
Publicado
2019-12-27
Como Citar
Calmon, D. (2019). Bissexualidade e gramáticas emocionais em relatos de jovens universitários no Rio de Janeiro. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 28(2), 282-305. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cadernosdecampo/article/view/164129
Seção
Especial