Música, alimentos e outras composições do drama mítico: reflexões sobre A origem dos modos à mesa

Autores

  • Luis Fernando Pereira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v17i17p293-299

Resumo

A leitura do terceiro volume da tetralogia
Mitológicas de Claude Lévi-Strauss traz um
certo ar de familiaridade que não se deve, tão
somente, ao retorno a temas aparentemente
já tratados ao longo dos dois volumes ante-
riores, O cru e o cozido e Do mel às cinzas.
Música e mitos acionam, naqueles que as es-
cutam, estruturas mentais comuns, já anun-
ciava, por isso, o esforço presente em tratar
as relações internas e intra-mitos como partes
de uma obra musical, mais especificamente,
a tetralogia O anel do Nibelungo, de Richard
Wagner (Lévi-Strauss, 2004, p. 47). Talvez,
por isso, tal como o compositor alemão, mas
numa escala infinitamente menor, pode-se
apreender intuitivamente um esquema co-
mum às obras de ambos (Lévi-Strauss, 1983,
p. 321). Assim, como neófito tanto na discus-
são aprofundada sobre o estruturalismo lévi-
straussiano quanto sobre a música, a partir de
reações intuitivas às obras, é que arrisco este
ensaio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Fernando Pereira, Universidade de São Paulo

Mestrando em Ciência Social (Antropologia Social)/USP

Downloads

Publicado

2008-03-30

Como Citar

Pereira, L. F. (2008). Música, alimentos e outras composições do drama mítico: reflexões sobre A origem dos modos à mesa. Cadernos De Campo (São Paulo - 1991), 17(17), 293-299. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v17i17p293-299

Edição

Seção

Especial