Políticas de ação afirmativa: inclusão no ensino superior: Apresentação

Autores

  • Luis Felipe Kojima Hirano Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v16i16p235-236

Resumo

O debate sobre o sistema de cotas raciais e o
“Estatuto da Igualdade Racial” continuam tra-
zendo grandes dúvidas e questões para diversos
setores da sociedade. Até o momento, 21 ins-
tituições de Ensino Superior aderiram às cotas
sociais e/ou étnico-raciais1, enquanto o “Es-
tatuto da Igualdade Racial”, criado em 1998,
permanece em trâmite no Congresso Nacional,
sem previsão para a votação. Em 2006, mui-
tas foram as movimentações pela aprovação
deste projeto de lei: abaixo-assinados enviados
ao Congresso e manifestações de intelectuais,
líderes de movimentos sociais e artistas, entre
outros – a favor e contra o Estatuto – tiveram
ampla cobertura da mídia. Buscando refletir
sobre estes acontecimentos, além de esclarecer
dúvidas e questões sobre tais políticas de ação
afirmativa, a Comissão de Cultura2 dos Centros
Acadêmicos de Ciências Sociais (CEUPES) e
Filosofia (CAF) da USP, conjuntamente com
a revista Cadernos de Campo, promoveu o ciclo
de debates O Negro: políticas e representações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Felipe Kojima Hirano, Universidade de São Paulo

Mestrando em Ciência Social (Antropologia Social)/USP

Downloads

Publicado

2007-03-30

Como Citar

Hirano, L. F. K. (2007). Políticas de ação afirmativa: inclusão no ensino superior: Apresentação. Cadernos De Campo (São Paulo - 1991), 16(16), 235-236. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v16i16p235-236

Edição

Seção

Especial