Entre o cristianismo e uma tradição forjada: a Jerusalén conquistada, de Lope de Vega

Autores

  • Wagner Monteiro Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.i22p366-387

Palavras-chave:

Lope de Vega, Jerusalén Conquistada, Poesia épica

Resumo

Este artigo tem como objetivo localizar a Jerusalén conquistada de Lope de Vega dentro de sua produção religiosa e dos Séculos de Ouro na Espanha. Publicada em 1609, a Jerusalén é fruto do mais ambicioso projeto de Lope de Vega, escritor espanhol famoso pelo teatro, mas que escreveu diversos poemas épicos entre o final do século XVI e nas primeiras décadas do XVII. Lançando mão do modelo italiano de Torquato Tasso, com sua Gerusalemme liberata (1581), Lope construiu sua narrativa para enaltecer a corte espanhola dos Austrias e, ao mesmo tempo, para adquirir em solo espanhol o status que Luís de Camões havia alcançado em Portugal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Monteiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Literatura Espanhola pela Universidade Federal do Paraná. É  professor de Língua e Literatura Espanhola na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Referências

Bíblia. N.T; Figueiredo, Antonio Pereira de, Padre. Bíblia sagrada: contendo o velho e o novo testamento. São Paulo: Das Américas, 1950-1952.

Escudero Baztán, Juan Manuel. “Algunos ejemplos de paradigmas hexaemerales en la poesía de Lope”. In: Anuario Lope de Vega. Texto, literatura, cultura, XXIII, 2017, pp. 422-440.

Gorga López, Gemma. “La Biblia en la poesía lírica y épica de la edad de oro”. In: Olmo Lete, Gregorio. La Biblia en la literatura española. Madri: Trotta, 2008.

Pierce, Frank. La poesía épica del siglo de Oro. Madri: Gredos, 1968.

Rank, Michael. Cruzadas e os Soldados da Cruz: os dez cruzados mais importantes. São Paulo: Five Minute books, 2015.

Sánchez Jiménez, Antonio. Lope: el verso y la vida. Madri: Cátedra, 2018.

Vega, Lope. Jerusalén conquistada. Madri: Consejo Superior de Investigaciones Científicas, 1954.

Vega, Lope. Rimas sacras. Madri: Iberoamericana, 2006.

Downloads

Publicado

2021-11-01

Como Citar

MONTEIRO, W. Entre o cristianismo e uma tradição forjada: a Jerusalén conquistada, de Lope de Vega. Caracol, [S. l.], n. 22, p. 366-387, 2021. DOI: 10.11606/issn.2317-9651.i22p366-387. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/caracol/article/view/179733. Acesso em: 28 jan. 2022.