[1]
L. S. de Araujo e L. de O. Coradi, “O passado da língua no cinema: um estudo diacrônico do pretérito perfecto na variedade bonaerense”, Caracol (São Paulo), nº 19, p. 312-342, jun. 2020.