“Lênin na Inglaterra”: Mario Tronti e o operarismo italiano

Autores

  • Thiago Silva Augusto da Fonseca

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v2i29p144-157

Palavras-chave:

Mario Tronti, Itália, Lênin, PCI, operaísmo, hipótese operaísta

Resumo

O artigo “Lênin na Inglaterra”, de Mario Tronti, publicado originalmente na primeira edição de Classe operaia, em 1964, e traduzido para o português por Homero Santiago, pode ser considerado um documento consolidador do pensamento operaísta, vertente marxista italiana nas décadas de 1960 e 1970. Pretendemos aqui apresentar o momento vivido na Itália em que o texto aparece, além de uma breve trajetória de seu autor, militante do hoje extinto Partido Comunista Italiano e atual senador daquele país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Fonseca, T. S. A. da. (2016). “Lênin na Inglaterra”: Mario Tronti e o operarismo italiano. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(29), 144-157. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v2i29p144-157

Edição

Seção

Tradução