Thomas Hobbes: política, medo e conflitos sociais

Autores

  • Hélio Alexandre da Silva

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v1i30p143-164

Palavras-chave:

conflitos sociais − medo − opinião − absolutismo

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir a articulação entre medo e conflito social no pensamento hobbesiano. Inicialmente apresento o modo com que o autor inglês constrói uma antropologia mecanicista que tem o conflito generalizado como único resultado possível. Em seguida, pretendo mostrar como esse conflito pode dar lugar a uma ordem pacífica construída politicamente. Nesse trajeto, será fundamental compreender como a obediência e o medo operam enquanto ferramentas da ordem política. Por fim, mostro como um pensamento político dessa natureza acaba por construir modelos teóricos caracterizados pela ausência de princípios democráticos, pautados na obediência, avessos à participação pública e a opinião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-10-02

Como Citar

da Silva, H. A. (2017). Thomas Hobbes: política, medo e conflitos sociais. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 1(30), 143-164. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v1i30p143-164

Edição

Seção

Artigos