O conceito do político de Carl Schmitt e Chantal Mouffe: "antagonismo” ou “agonismo”?

Autores

  • Natália Pereira Ribeiro da Silva Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v42i1p36-50

Palavras-chave:

Chantal Mouffe – Carl Schmitt – Político – Antagonismo – Agonismo

Resumo

A pensadora política Chantal Mouffe desenvolve sua teoria afirmando o antagonismo e o conflito como categorias centrais e essenciais do político, enfatizando deste modo a importância do dissenso como elemento fundamental da democracia. Mouffe nos direciona em suas obras à reflexão do que seria um modelo agonístico de democracia radical, onde o pluralismo político, a cidadania e o dissenso estabelecem os elementos essenciais para a constituição dessa sociedade. Os pensamentos de Chantal Mouffe se apoiam em sua leitura de Carl Schmitt, desenvolvendo a partir deste uma crítica ao individualismo liberal e a uma perspectiva racionalista do político, para então enfatizar o caráter "agonístico" da disputa política e enunciar as razões pelas quais o consenso não pode ser o fim último de uma política democrática. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HABERMAS, J. Direito e Democracia: Entre Facticidade e Validade, Volume II. Tradução: Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997.

JOURNAL Le Figaro. ‘Chantal Mouffe, la philosophe qui inspire Mélenchon’ , Par Alexandre Devecchio. Paris, 11 de Avril, 2017. Disponível em: <http://www.lefigaro.fr/vox/politique/2017/04/11/31001-20170411ARTFIG00090-entretien-exclusif-avec-chantal-mouffe-la-philosophe-qui-inspire-melenchon.php> Acesso em: 08 set. 2018.

LACLAU, E; MOUFFE, C. Hegemonia e Estratégia Socialista: Por uma política democrática radical. Trad. Joanildo A. Burity, Josias de Paula Jr. e Aécio Amaral. São Paulo: Intermeios, 2015.

LIMA, R. D. O conceito do político em Carl Schmitt. Revista Argumentos, Ano 3, nº5 – 2011.

MIGUEL, L. F. Consenso e Conflito na teoria democrática para além do “Agonismo”. Revista Lua Nova, São Paulo, Nº 92, p. 13-43, 2014.

MOUFFE, C. O regresso do político. Gradiva: Lisboa, 1996.

MOUFFE, C. O retorno do político. Trad. Marco Aurélio Galmarini. Barcelona: Editora Paidós, 1999.

MOUFFE, C. Por um modelo agonístico de democracia. Revista Sociologia e Política, Curitiba, Nº 25, p. 11-23, Novembro de 2005.

MOUFFE, C. Sobre o Político. Trad. Fernando Santos. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2015.

NETO, E. C. Um socialismo pós-marxista? Nota sobre uma proposta de democracia radical. Revista Sitientibus, Feira de Sanrana, Nº 14, p. 155-180, 1996.

ROUANET, P. L. Democracia deliberativa entre Rawls e Habermas. Revista Veritas, v.56, n.1, p. 52-63, Jan./Abr. 2011.

SCHMITT, C. O conceito do político, tradução de Álvaro L. M. Valls, Petrópolis: Vozes, 1992.

SILVA, W. L. Carl Schmitt e conceito limite do político. Revista Kriterion, Belo Horizonte, nº 118, Dez./2008, p. 449-455.

SILVEIRA, C. D. O papel da razão pública na teoria da justiça de Rawls. Revista de Filosofia Unisinos, v.10, n.1, p.65-78, Jan./Abr. 2009.

Downloads

Publicado

2023-07-25

Como Citar

Silva, N. P. R. da. (2023). O conceito do político de Carl Schmitt e Chantal Mouffe: "antagonismo” ou “agonismo”?. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 42(1), 36-50. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v42i1p36-50

Edição

Seção

Artigos