Brexit, de Roger Scruton

Autores

  • Vinícius de Oliveira Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v41i2p46-49

Resumo

Trata-se de uma resenha da obra Brexit: Origens e Desafios, de Roger Scruton, cuja tradução foi publicada no Brasil em 2021 pela editora Record. A resenha, além de uma síntese do livro, procura traçar breves considerações sobre o pensamento teórico-político de Scruton, sua concepção de nacionalismo, sua crítica do globalismo econômico e do globalismo político, e, ao final, tece uma crítica sobre a atual crise migratória na Europa.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ABRANCHES, Sérgio. O tempo dos governantes incidentais. São Paulo: Companhia das Letras, 2021.

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. Tradução da Roberto Raposo São Paulo: Companhia de Bolso, 2021.

BOOBIO, Norberto e BOVERO, Michelangelo. Sociedade e Estado na filosofia política moderna. 4ª. ed., 1ª. reimpressão. Tradução de Carlos Nelson Coutinho. São Paulo: Brasiliense, 1996.

FEREZ JR., João e POGREBINCHI, Thamy. Teoria política contemporânea: uma introdução. São Paulo: Elsevier, 2010.

SCRUTON, Roger. Brexit: origens e desafios. Tradução de Alessandre Bunrruquer. 1ª. ed. Rio de Janeiro: Record, 2021.

SCRUTON, Roger. Uma filosofia política: argumentos para o conservadorismo. Tradução de Guilherme Ferreira Araújo. São Paulo: É Realizações, 2017.

Downloads

Publicado

2022-12-28

Edição

Seção

Resenhas

Como Citar

Oliveira, V. de. (2022). Brexit, de Roger Scruton. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 41(2), 59-62. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v41i2p46-49