Aspectos da ética no Islã

Autores

  • Rosalie Helena de Souza Pereira

Palavras-chave:

Islã – moral religiosa – ética teológica – ética filosófica.

Resumo

A pluralidade de discussões e a diversidade com que as principais questões
éticas foram abordadas no mundo islâmico permitem separar suas formulações em três
dimensões distintas: a moral religiosa, a ética teológica e a ética filosófica. A moral religiosa
foi elaborada com base exclusivamente nos preceitos do Corão e nos ensinamentos
da Tradição (Hadīth). Essa moral estabelece os fundamentos para determinar: a) a natureza
do que é correto e do que é iníquo; b) o alcance da justiça e do poder divinos; c) a
liberdade e a responsabilidade moral de cada um. Dentre os pensadores que elaboraram
uma ética teológica fundada nos preceitos corânicos e na Tradição (Hadīth), servindo-se
de conceitos teológicos, de categorias filosóficas e, às vezes, de inspirações provindas
do sufismo, destaca-se Al-Ghazālī, o mais conceituado teólogo do Islã sunita. Dentre os
filósofos, Al-Fārābī, Avicena, Avempace e Averróis fizeram amplo uso da Ética Nicomaqueia.
Na medida em que procuraram conciliar os ensinamentos do Corão e da Tradição
(Hadīth) com a filosofia, esses filósofos encontraram na ética aristotélica as indicações
apropriadas para a realização do modelo de vida ideal da sociedade humana. Destaca-se
também o pensador Miskawayh, que, embora não tenha elaborado nenhum sistema ético
nos moldes filosóficos, serviu-se proficuamente das doutrinas de Aristóteles e de Platão e
das obras de filósofos árabes anteriores a ele, como Al-Kindī, Al-Rāzī e Al-Fārābī.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Pereira, R. H. de S. (2010). Aspectos da ética no Islã. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(17), 102-130. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/55709

Edição

Seção

Artigos