Terror e fanatismo religioso: niilismo disfarçado? Um diagnóstico do fundamentalismo e do terrorismo a partir de Friedrich Nietzsche

  • João Paulo Simões Vilas Bôas
Palavras-chave: niilismo – grande política – fundamentalismo – terrorismo.

Resumo

Os eventos de 11 de setembro de 2001 marcaram de maneira irreversível o panorama de todo o mundo no início do século XXI, e suas consequências seguramente continuarão sendo sentidas pelos próximos anos. Embora relativamente recentes, tais acontecimentos não deixaram de receber atenção por parte de alguns dentre os mais destacados pensadores do nosso tempo. Diante disso, pretendemos desenvolver uma hipótese interpretativa que, partindo da perspectiva inaugurada pelas reflexões de Friedrich Nietzsche sobre o niilismo e a grande política, procura compreender tanto as ações de violência que tentam se justificar a partir de uma visão de mundo fundamentalista como também a recente configuração política e militar da democracia liberal dos EUA enquanto diferentes formas de reação contra o aprofundamento da crise de valores pela qual passa o Ocidente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Vilas Bôas, J. P. (1). Terror e fanatismo religioso: niilismo disfarçado? Um diagnóstico do fundamentalismo e do terrorismo a partir de Friedrich Nietzsche. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(19), 181-201. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/55744
Seção
Artigos