A utopia possível de Enrique Dussel: a arquitetônica da Ética da Libertação

Autores

  • José Maria Santana Caselas

Palavras-chave:

Ética da Libertação – utopia – povo

Resumo

Enrique Dussel, filósofo argentino, propõe uma Ética da Libertação que designou como utopia possível, cujo objetivo é o de resgatar a vida que é negada às vítimas dos sistemas de opressão e o seu reconhecimento em condições dignas de paridade. O autor opõe uma razão ética pré-originária à intersubjetividade argumentativa de Habermas (Ética da Discussão), a fim de reconhecer o Outro na sua diferença, o excluído, a quem é negado o dever-viver. Mas poderá uma tal utopia recorrer à categoria de povo para a integração plena da comunidade de vítimas nas sociedades atuais?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Caselas, J. M. S. (2009). A utopia possível de Enrique Dussel: a arquitetônica da Ética da Libertação. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(15), 63-84. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/82608

Edição

Seção

Artigos