(1)
Castro, C. C. de. Marquês De Sade: O Sensualismo Em Sua Forma máxima. Cad. Ética Filos. Polít. 2009, 2, 85-104.