Pedro Almodóvar: no início era a movida...

Autores

  • Nancy Berthier Écritures du Monde Hispanique

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-45192009000100002

Palavras-chave:

Pedro Almodóvar, Movida, Madri, Arte Underground, Transição

Resumo

A Movida não pode ser compreendida sem Pedro Almodóvar e o cinema de Pedro Almodóvar não pode se explicar sem a Movida- ligada entre outras coisas à postmodernidade, ou pop arte e ao movimento punk - esta corrente iconoclasta revolucionou uma Espanha que saia recentemente de quase quarenta anos de franquismo, concentrando todos os aspectos da cultura espanhola dos anos 80; desde das estórias em quadrinhos ao cinema, passando pela literatura, as artes plásticas, a música, a fotografia, o teatro, a impressa, a moda, etc. Este artigo se concentra na primeira parte da filmografia de Pedro Almodóvar de Pepi, Luci, Bom (1980) até A Lei do Desejo (1986), privilegiando sobretudo as relações desta primeira fase do diretor espanhol com a Movida da Espanha posfranquista."

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nancy Berthier, Écritures du Monde Hispanique

Professora da Universidade de Marne-la-Vallée

Downloads

Publicado

2009-06-01

Como Citar

Berthier, N. (2009). Pedro Almodóvar: no início era a movida. Cadernos CERU, 20(1), 15-31. https://doi.org/10.1590/S1413-45192009000100002

Edição

Seção

Dossiê Amazônia