Os dilemas da dependência e seus desdobramentos no processo de industrialização latino-americana

Autores

  • Karina Fernandes de Oliveira Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v28i2p57-103

Palavras-chave:

Burguesia Interna. Agro exportação. Industrialização. Dependência. Capitalismo Autônomo.

Resumo

O desenvolvimento específico (sui generis) e dependente do capitalismo latino-americano conformou internamente uma dominação burguesa de caráter amalgamado, atrelando de maneira substancial a burguesia industrial à burguesia agroexportadora, e limitando assim qualquer possibilidade de desenvolvimento capitalista autônomo. Para demonstrar esta relação, este trabalho busca desvendar a objetivação do processo industrializante - e consequentemente da burguesia industrial - em países que tiveram um destacado desenvolvimento de sua atividade manufatureira ainda no fim do século XIX - México, Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Uruguai. Mediante arcabouço teórico da Teoria Marxista da Dependência, ressalta-se sob quais bases a industrialização latino-americana teria se efetivado, revelando que o desenvolvimento do setor exportador seria o grande dinamizador da acumulação de capital destas economias até meados dos anos 1930. Por fim, tornar-se evidente como a estrutura da dependência permitiu o início de um processo industrializante submetido à exportação de produtos primários e, como isto, revelou tanto uma dependência do setor industrial a inserção latino-americana na Divisão Internacional do Trabalho, como também a associação subalterna das referidas burguesias à classe dominante hegemônica dos países centrais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Fernandes de Oliveira, Universidade Federal de Viçosa

Mestra em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP) e Professora da Universidade Federal de Viçosa - MG.

Downloads

Publicado

2018-01-31

Como Citar

Oliveira, K. F. de. (2018). Os dilemas da dependência e seus desdobramentos no processo de industrialização latino-americana. Cadernos CERU, 28(2), 57-103. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v28i2p57-103

Edição

Seção

Dossiê Amazônia