As raízes culturais do imigrante japonês: tradição e modernidade

Autores

  • Sedi Hirano Universidade de São Paulo - USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v30i1p272-292

Palavras-chave:

Imigração japonesa, Raízes culturais, Tradição, Modernidade

Resumo

Neste artigo, gostaria de pensar a cultura que os imigrantes japoneses trouxeram consigo ao Brasil e sobre o seu papel nas maneiras com que eles souberam se inserir no país - com destaque para uma valorização da educação , presente no Japão desde pelo menos o século XVI. Para isto, comento informações extraídas de diferentes autores sobre o Japão - de manuscritos dos jesuítas do século XVI, autores dos s´culos XIX e XX, notadamente, os antropólogos Claude Lévi-Strauss e Ruth Benedict. Menos do que adentrar na conceitualização específica de tais autores desenvolvem em torno de noções como "natureza" e "cultura", por exemplo, empreendo uma leitura que valoriza determinados elementos da vida no Japão, conforme captada por eles, de modo a constituir um panorama que permita vislumbrar contribuições introduzidas pelos imigrantes japoneses no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sedi Hirano, Universidade de São Paulo - USP

Professor do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2019-06-05

Como Citar

Hirano, S. (2019). As raízes culturais do imigrante japonês: tradição e modernidade. Cadernos CERU, 30(1), 272-292. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v30i1p272-292

Edição

Seção

Dossiê Migrações