A silenciada inclusão escolar de pessoas com deficiência (autismo) sob um olhar cultural

Autores

  • Marília Gomes Ghizzi Godoy
  • Aluana Xavier de Lima

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v31i2p110-124

Palavras-chave:

Autismo, Inclusão Escolar, Modelo terapêutico, Estado da arte, Universalismo

Resumo

Por meio de textos acadêmicos tributários do estado da arte procuram-se aquilatar os sentidos de cidadania e emancipação cultural que acompanham as ações educativas com os alunos autistas nos meios escolares. Diante de uma condição humana própria e de uma situação de incompletude biológica pergunta-se como seguem as propostas integrativas e de equidade que vigoram no campo político da educação inclusiva. Configura-se uma abordagem documental que pauta os ganhos e as barreiras presentes no ensino, com relação aos sujeitos autistas. No recorte concernente ao sentido humano da escola e ao caráter transformador das iniciativas escolares e pedagógicas impõe-se uma vigilância e, às vezes, renúncia às dimensões representadas pelos diagnósticos terapêuticos. Nesse sentido, visamos entender como uma dimensão antropológica universalista que sustenta os direitos humanos das pessoas com deficiência é capaz de configurar uma eficácia simbólica expressiva de um contraste próprio frente ao exercício de políticas públicas de educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Gomes Ghizzi Godoy

Mestre em Antropologia Social (USP); doutora em Psicologia Social (PUC-SP); docente do Mestrado em Ciências Humanas da Universidade Santo Amaro (UNISA).

Aluana Xavier de Lima

Mestre em Ciências Humanas pela Universidade Santo Amaro (UNISA).

Downloads

Publicado

2021-03-09

Como Citar

Godoy, M. G. G. ., & Lima, A. X. de . (2021). A silenciada inclusão escolar de pessoas com deficiência (autismo) sob um olhar cultural. Cadernos CERU, 31(2), 110-124. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v31i2p110-124