Territórios do historiador: recordações e práticas da vida acadêmica

Autores

  • Yvone Dias Avelino Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v32i1p157-171

Palavras-chave:

História, Cultura, Mudança, Temáticas, Abordagens Interdisciplinares

Resumo

O artigo aqui apresentado busca recuperar os caminhos percorridos por famosos pesquisadores, desde a verdadeira “revolução” causada pelos historiadores participantes da Escola dos Annales francesa, nas suas diferentes gerações, e como a historiografia incorporou tais ideias, objetos e sujeitos, não apenas os grandes fatos e personagens políticos, mas ideias, costumes, imagens e mentalidades em cada um dos seus períodos.   Desde 1929, com Lucien Febvre e Marc Bloch, até a atualidade com Roger Chartier e outros, indo, em cada etapa, em direção a novas abordagens, para a compreensão e interpretação da História em suas temáticas variadas.    Com exemplos pontuais de pesquisas, a presente narrativa pretende colaborar com a devida discussão dessas suaves e, às vezes, bruscas mudanças, gerando novos diálogos interdisciplinares e a valorização da subjetividade do pesquisador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yvone Dias Avelino, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Professora Titular do Departamento de História da PUC/SP. Coordenadora do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade – NEHSC – da PUC-SP. Editora da Revista Cordis – Revista Eletrônica de História Social da Cidade – www.pucsp.br/revistacordis.

Referências

BOSI, Alfredo. A dialética da colonização. São Paulo: Cia. das Letras, 1992.

BURKE, Peter. A escola dos Annales, a revolução francesa da historiografia (1929-1989). São Paulo: Unesp, 1991.

BURKE, Peter. O que é História Cultural. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BOURDIEU, Pierre; CHARTIER, Roger. O sociólogo e o historiador. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

CALCLINI, Néstor Garcia. Culturas Híbridas: Estratégias para entrar e sair da Modernidade. São Paulo: EDUSP, 2003.

CARDOSO, Ciro Flamarion;VAINFAS, Ronaldo(Orgs.). Domínios da História, ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CASTRO, Celso (Org.). Antropologia cultural. BOAS, Franz. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

CERTEAU, Michel de. A escrita da História. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982.

CHARTIER, Roger. A história cultural entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Bertrand. 1990.

CHARTIER, Roger. Entre práticas e representações. Lisboa, Difel, 1988.

CUCHE, Denys. A noção de cultura nas ciências sociais. Bauru: EDUSC, 1999.

DARNTON, Roberto. O beijo de Lamourette, mídia, cultura e revolução. São Paulo: Cia. das Letras, 1990.

DARNTON, Roberto. O grande massacre dos gatos. São Paulo, Paz e Terra, 2014.

DUBY, G. et alii. História e nova história. Lisboa: Teorema, 1986.

ELIADE, Mircea. O mito do eterno retorno. Lisboa: Edições 70, 1999.

FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala. Rio de Janeiro: José Olympio, 1961.

GINZBURG, Carlo. O Queijo e os Vermes. O cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela inquisição. São Paulo: Cia. das Letras, 1987.

HALL, Stuart. Cultura e representação. Rio de Janeiro: PUC/Rio: 2016.

HUNT, Lynn. A Nova História Cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

LE GOFF, Jacques;NORA Pierre. História: Novos Problemas.Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1987.

PINSKY, Carla B. (Org.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2010.

PINSKY, Carla B.;LUCA, Tânia Regina (Orgs.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2009.

PATRIOTA, Rosangela; RAMOS, Alcides Freire (Orgs.). Escritos da História: ver, sentir, narrar. São Paulo: Hucitec, 2014.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História e História Cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

REIS, José Carlos. Escola dos Annales, a inovação em História. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

ROIZ, Diogo da Silva. A nova história cultural: questões e debates. In: Pensamento plural. Pelotas, jan/jun. 2008. p. 181.

VIEIRA, Vera Lucia. Conhecimento história e realidade social: ampliando o debate. Departamento de História, XII Semana de História. São Paulo: 2005.

Downloads

Publicado

2021-08-07

Como Citar

Avelino, Y. D. (2021). Territórios do historiador: recordações e práticas da vida acadêmica. Cadernos CERU, 32(1), 157-171. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v32i1p157-171