Relações de Hospitalidade na Bíblia

Autores

  • Grace Kelly Marcelino Universidade Anhembi Morumbi
  • Sênia Regina Bastos Universidade Anhembi Morumbi

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v33i1p130-149

Palavras-chave:

Hospitalidade, Hostilidade, Bíblia, Relações Humanas

Resumo

A Bíblia contém diversas orientações e histórias inspiradoras do quanto a vida é difícil e injusta, revela proezas e esperanças para a jornada cotidiana, e nesse conteúdo busca-se compreender a hospitalidade neste documento. A Bíblia menciona pessoas, assim como seus vínculos, ora com resultados positivos ora negativos, tal como a hospitalidade, que carrega a dualidade em seu significado, por meio de uma proposta positiva de apaziguamento da relação, mas que também pode resultar em hostilidade ou inospitalidade. Ressalta-se que a relação de hospitalidade alcança, inclusive, os que são considerados estranhos para nós. Olhar para as diversas realidades de convívio que podem ser encontradas nesse documento, que ainda impacta diversas pessoas, de diferentes maneiras, é o que a realização da presente pesquisa visa, fundamentada no referencial teórico de hospitalidade. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e documental, de caráter qualitativo e exploratório. O artigo sistematiza os resultados da pesquisa realizada na plataforma SCOPUS com o filtro hospitalidade e Bíblia. Os resultados apresentam o planejamento da hospitalidade como estratégia para objetivos hostis, a casa como principal local da cena hospitaleira e revelação do anfitrião-servidor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENVENISTE, E. Hospitalidade. In: BENVENISTE, E. O vocabulário das instituições indo-europeias . Economia, parentesco, sociedade. Campinas: UNICAMP, v.1, p. 87-101, 1995.

BOFF, L. Virtudes para um outro mundo possível. Hospitalidade: direito e dever de todos. Petrópolis, RJ: Vozes, vol. 1, 2005.

CAMARGO, L. O. L.As leis da hospitalidade. RBTUR, São Paulo, 15 (2), e-2112, maio/ago. 2021. Disponível em: https://rbtur.org.br/rbtur/article/view/2112/1443

DIAS, E. C. Modelli di ospitalità e theoxenia nella bibbia. Perspect. Teol., Belo Horizonte, v.51, n. 2, p. 207-221, Mai./Ago. 2019. Disponível em: https://www.faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4158

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas Estado da Arte. Revista Educação & Sociedade, Campinas, ano XXIII, n. 79, 2002, pp. 257-272.

FIGUEIREDO, N. Da importância dos artigos de revisão da literatura. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 23, n. 1/4, 1990, pp. 131-135.

GODBOUT, J. T. Recevoir, c'est donner. Communications, 65, 1997. pp. 35-48. Disponível em: http://www.persee.fr/web/revues/home/prescript/article/comm_0588-8018_1997_num_65_1_1985

GUDME, A. K. H. Invitation to murder: Hospitality and violence in the Hebrew Bible, Studia Theologica - Nordic Journal of Theology, 73:1, 2019, pp. 89-108, DOI: https://doi.org/10.1080/0039338X.2019.1596979

GUIZI, A. A.; WADA, E. K.; GÂNDARA, J. M. G. Stakeholders, eventos corporativos e hospitalidade: Estudo de casos múltiplos em Bourbon Hotéis e Resorts. Revista Iberoamericana de Turismo-RITUR, Penedo, Volume 6, Número 1, Jan./Jun. 2016, p. 53-72.

KRIPKA, R. M. L.; SCHELLER, M.; BONOTTO, D. L. Pesquisa documental na pesquisa qualitativa: conceitos e caracterização. Revista de Investigaciones UNAD. Volumen 14. Número 2. Julio-Diciembre 2015. Disponível em: https://core.ac.uk/downloadpdf/322589335.pdf

LASHLEY, C.; LYNCH, P.; MORRISON, A. Ways of Knowing Hospitality. In:. Hospitality: a social ens. Oxford: Elsevier, 2007, p. 173-191.

LIMA, T. C. S.; MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Rev. Katál. Florianópolis v. 10 n. esp.,2007, p. 37-45.

MARCELINO, G. K. Estudos em hospitalidade e perfil dos pesquisadores-doutores brasileiros.2016. Dissertação (Mestrado em Hospitalidade) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo.

MESSINA, G. Estudio sobre el estado da arte de la investigacion acerca de la formación

docente en los noventa. Revista IberoAmericana de Educación,n. 19. 1999. Disponível em: http://www.rieoei.org/oeivirt/rie19a04.htm-acesso em 19/03/2018.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre/RS, v. 22, n. 37, 1999, p. 7-32.

MOREIRA, W. Revisão de Literatura e Desenvolvimento científico: conceitos e estratégias para confecção. Revista Janus, Lorena/SP, ano 1, n. 1, 2º sem., 2004. PITT-RIVERS, J. The law of hospitality. In: The Fate of Shechem or The Politics of Sex: Essays in the Anthropology of the Mediterranean. Cambridge: Cambridge University Press, 1977, pp. 94-112.

PIZZANI, L.; SILVA, R. C.; BELLO, S. F.; HAYASHI, P. I. A arte da pesquisa bibliográfica na busca do conhecimento. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 10, n. 1, 2012, pp. 53-66.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R.T. As pesquisas denominadas do tipo Estado da Arte em educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19,2006, pp. 37-50.

SOCIEDADE BÍBLICA INTERNACIONAL. Bíblia Sagrada: nova versão internacional. Santo André: Geográfica, 2017.

SOUZA, J. E.; GIACOMONI, C. Análise documental como ferramenta metodológica em história da educação: um olhar para pesquisas locais. Cadernos CERU, Série 2, Vol. 32, n. 1, jun. 2021. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/ceru/article/view/189278/174832

WELLS, J. Bible Hospitality. The Expository Times, 10 (2), 1989, pp. 62-64. DOI: 10.1177/001452469801000204.

Downloads

Publicado

2022-06-13

Como Citar

Marcelino, G. K. ., & Bastos, S. R. . (2022). Relações de Hospitalidade na Bíblia. Cadernos CERU, 33(1), 130-149. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v33i1p130-149