Espanhóis em São Paulo: recuperando uma imigração silenciada

Autores

  • Maria Antonieta Antonacci Pontificia Universidade Católica

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v11i0p135-145

Palavras-chave:

Exclusão, Mulheres, Modos de vida

Resumo

Os imigrantes espanhóis são duplamente excluídos: por serem pobres e por serem, como imigrantes, considerados cidadãos de segunda classe. Assim sendo, o recurso à História Oral é significativo, dado que sua memória não foi preservada por registros e arquivos: através da análise de 6 depoimentos de mulheres vindas da região da Andaluzia, aponta os traços comuns das trajetórias dos imigrantes espanhóis da primeira onda. As entrevistas focalizam questões referentes ao modo de vida. solidariedade de conterrâneos, moradia, trabalho e à insegurança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2000-01-01

Como Citar

Antonacci, M. A. (2000). Espanhóis em São Paulo: recuperando uma imigração silenciada. Cadernos CERU, 11, 135-145. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v11i0p135-145

Edição

Seção

Dossiê Amazônia