UM CAPITÃO DE INDÚSTRIA NO CORAÇÃO DO NOVO SINDICALISMO

Autores

  • Diego Tavares dos Santos Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v24i2p89-107

Palavras-chave:

Novo sindicalismo, Termomecânica, Salvador Arena, Paternalismo industrial

Resumo

Em São Bernardo do Campo/SP, no coração do novo sindicalismo, houve um grupo operário avesso ao discurso sindical, antigrevista e leal à empresa e ao patrão. O presente artigo tenta apresentar algumas das razões que permitiram a construção dessa situação peculiar, enfatizando, em especial, a importância da dominação carismática exercida pelo patrão. Assim, destaquei as fundações sociais da personalidade do patrão, bem como suas posições sociopolíticas,
articulando aspectos de sua formação pessoal à moldura geral da tradição paternalista industrial brasileira (marcada pela ação dos famosos “capitães de indústria”), evidenciando alguns dos elementos que permitiram a constituição do tipo de dominação operária que foi imprescindível para a viabilização de sua empresa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Tavares dos Santos, Universidade de São Paulo

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de São Paulo.

Downloads

Como Citar

Santos, D. T. dos. (2013). UM CAPITÃO DE INDÚSTRIA NO CORAÇÃO DO NOVO SINDICALISMO. Cadernos CERU, 24(2), 89-107. https://doi.org/10.11606/issn.2595-2536.v24i2p89-107

Edição

Seção

Dossiê Amazônia