O alfabeto hebraico: origem divina x humana

Autores

  • Manu Marcus Hubner Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-8051.cllh.2012.53669

Palavras-chave:

Hebraico, Alfabeto, Alef, Torá, Letras

Resumo

A escrita é um fantástico sistema de comunicação humana, uma das maiores realizações da humanidade. Sua necessidade para o conhecimento humano resulta do fato de que a tradição oral pode ter valor inestimável, mas talvez não seja suficiente para proporcionar ao conhecimento humano um caráter permanente ou para registrar uma história com perfeição. A escrita evoluiu dos métodos de comunicação antigos, passando por diversos estágios de desenvolvimento, provavelmente lentos, até chegar aos dias de hoje como uma coleção de um pequeno número de símbolos, conhecidos como letras, que representam sons da fala humana. A tradição da invenção da escrita perdeu-se nos tempos antigos, quando muitos povos acreditavam na origem divina da escrita. A história da invenção do alfabeto hebraico confunde-se com a história da invenção do próprio alfabeto. O alfabeto hebraico mantém, até os dias de hoje, o mesmo número de letras, na mesma ordem, e com os mesmos valores fonéticos que possuíam os alfabetos semíticos primitivos há mais de três mil anos, enquanto diversos outros alfabetos sofreram alterações. O objetivo deste trabalho é discutir a origem do incrível alfabeto hebraico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manu Marcus Hubner, Universidade de São Paulo

Doutorando em Letras pela Universidade de São Paulo. Mestrado em Letras - Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaicas pela Universidade de São Paulo (USP - 2009). Pós-graduado em Psicologia Analítica pela Universidade São Francisco (USF - 2000) e em Administração de Empresas pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP - 1997). Possui graduação em Engenharia Mecânica - Ênfase Produção pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG - 1992).

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

Hubner, M. M. (2021). O alfabeto hebraico: origem divina x humana. Cadernos De Língua E Literatura Hebraica, (10), 229-251. https://doi.org/10.11606/issn.2317-8051.cllh.2012.53669

Edição

Seção

LÍNGUA HEBRAICA