Psicanálise e literatura - Imre Kertész e o desterro humano

Autores

  • Zsuzsanna Spiry Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.v0i17p117

Resumo

No dia 23 de outubro de 2015, coincidindo com a celebração do 59º aniversário
do levante húngaro contra o regime stalinista ocorrido em 1956, o Instituto de
Psicologia da USP, através de seu Departamento de Psicologia Clínica, promoveu
o lançamento do livro, em formato e-book, organizado por José Alberto Cotta
e Gilberto Safra: Psicanálise e Literatura – Imre Kertész e o desterro humano.
Entre diversos convidados, deram seus depoimentos a professora Sarolta Kóbori,
responsável por ministrar o curso de língua e cultura húngara na FFLCH/USP, e
Paulo Schiller, psicanalista e tradutor, entre outros, de Imre Kertész.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zsuzsanna Spiry, Universidade de São Paulo

Zsuzsanna Spiry é doutora em Estudos da Tradução pela FFLCH/USP, e mestre e especialista latu-senso em tradução, também pela mesma faculdade. Graduou-se em economia em 1980 pela Faculdade de Economia São Luis (SP), profissão que exerceu até se aposentar. É tradutora inglês <> português não só na área econômico-financeira, mas também no campo da yoga, desde os anos 1990. Em 2006, ainda no mestrado, começou a focar seus estudos na obra do intelectual Paulo Rónai, com quem compartilha a nacionalidade húngara. Entre diversas obras, Rónai publicou o livro de ensaios Escola de Tradutores, considerado a primeira obra de reflexão crítico-teórica lançada no Brasil na área de Estudos da Tradução. Além de tradutora, Zsuzsanna atualmente dedica-se profissionalmente a ensinar inglês para estrangeiros, atividade que começou há cerca de vinte anos.

Downloads

Publicado

2017-05-01

Como Citar

Spiry, Z. (2017). Psicanálise e literatura - Imre Kertész e o desterro humano. Cadernos De Literatura Em Tradução, (17), 117. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.v0i17p117

Edição

Seção

“Psicanálise e Literatura – Imre Kertész e o desterro humano”