Tradução, teorização, traição. Ensaio sobre estudos de tradução, de Gauti Kristmannsson

Autores

  • Luciano Dutra Universidade da Islândia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i22p367-414

Resumo

Nesta colaboração, o leitor encontrará o original islandês do ensaio “Teoría, tryggð og túlkun”, de Gauti Kristmannsson, seguido pela tradução do referido texto para o português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Dutra, Universidade da Islândia

Nascido em Viamão/RS (1973). Naturalizado islandês (2007). Bacharel em Letras Islandesas (2007) e mestrando em Estudos da Tradução na Universidade da Islândia (Háskóli Íslands). Tradutor juramentado islandês-português (2008). Autor de uma monografia (2007) e um roteiro de documentário (2013) sobre a imigração islandesa no Brasil no fim do século XIX. Além de literatura islandesa e nórdica contemporâneas, traduz as sagas, obras únicas de prosa de ficção compiladas na Idade Média por autores anônimos da Islândia. Fundou (2014) em Reykjavík a Sagarana forlag, editora plurilíngue que enfoca a publicação de literatura em tradução entre as línguas nórdicas e o português. Fundou (2016) a página Um poema nórdico ao dia (www.facebook.com/nordrsudr), que publica diariamente poemas de autores de todos os países nórdicos, a maioria deles até então inéditos em português, sempre em tradução direta dos idiomas originais. Pela boca da Baleia, sua tradução do romance Rökkurbýsnir, do islandês Sjón, ficou em segundo lugar no prêmio Paulo Rónai da Biblioteca Nacional e foi uma das dez finalistas do Prêmio Jabuti (2018). Participou como tradutor do Festival Internacional de Literatura de Reykjavík (2017), da Feira do Livro de Porto Alegre (2017), da Feira do Livro de Gotemburgo (2017-2018), da etapa de Zurique da Primavera Literária Brasileira (2019) e da Feira do Livro das Ilhas Feroés (2019).

Referências

ÁSTRÁÐUR Eysteinsson. “Mylluhjólið. Um lestur og textatengsl.” Tímarit Máls og menningar [“O moinho. Leitura e intertextualidade”. Revista Língua e Cultura. Reykjavík], 4 (1993): 73-85.

BENJAMIN, Walter. “Die Aufgabe des Übersetzers.” In: Störig, p. 156-169. [trad. bras.: a) “A Tarefa do Tradutor”. Trad. Dirce Riedel, Karlheinz Barck et al. In: Cadernos do Mestrado/Literatura. Vol. 1. 2. ed. rev. e aum. Rio de Janeiro: Instituto de Letras/uerj, Editora da UERJ, 1994, p. v-xii. Trad. por um grupo de alunos de pós-graduação em Literatura Brasileira do Instituto de Letras da uerj e rev. por Johannes Kretschmer. b) “A tarefa do tradutor”. Trad. Susana Kampff Lages. In: Clássicos da teoria da tradução. Antologia bilíngue. V. 1 – Alemão-português. Org. Werner Heidermann. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2001, p. 211-2.] [trad. port.: a) “A tarefa do tradutor”. In: Obras Escolhidas de Walter Benjamin. Vol. 5. Trad. de João Barrento. Lisboa: Assírio & Alvim, a publicar. b) “A tarefa do tradutor”. Trad. Fernando Camacho. In: Humboldt. München, F. Bruckmann, 19 (40): 38-45, 1979.] [trad. cast.: “La tarea del traductor”. In: Vega, p. 285-296.

Biblía, það er heilög ritning. Ný þýðing úr frumálunum. London/Reykjavík: British and Foreign Bible Society, 1919. [trad. isl. da Bíblia]

Die Bibel, nach der Übersetzung Martin Luthers. Stuttgart: Deutsche Bibelsgesellschaft, 1985. [trad. al. da Bíblia]

DERRIDA, Jacques. “Des Tours de Babel.” A Derrida Reader. Between the Blinds. Ed. e notas de Peggy Kamuf. Trad. ing. Joseph F. Graham. New York o.v.: Harvester & Wheatsheaf, 1991, 224-253. [trad. bras.: Torres de Babel. Trad. Junia Barreto. Belo Horizonte: Editora ufmg, 2002]

EYJÓLFUR Kjalar Emilsson. “Inngangur.” Í Ríki Platóns. 9-77. Reykjavík: Hið íslenska bókmenntafélag, 1991. [intr. à trad. isl. de A República de Platão publ. pela Sociedade Literária Islandesa]

GUÐBERGUR Bergsson. “Skáldasagnahöfundurinn og textinn. ‘Óttinn’ við textann.” Tímarit Máls og menningar. [“O escritor e o texto. O ‘medo’ do texto”. Revista Língua e Cultura], 1 (1993); 51-61.

HUMBOLDT, Wilhelm von. “Einleitung zu Agamennon.” In: Störig, p. 71-96. [trad. bras.: “Introdução a Agamêmnon”. Trad. de Susana Kampff Lages. In: Clássicos da teoria da tradução. Antologia Bilíngue. Vol. 1 – Alemão-português. Org. Werner Heidermann. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2001, p. 90-105].

JAKOBSON, Roman. “On Linguistic Aspects of Translation.” In: On Translation. Ed. Reuben A. Brower. 2. ed. (1959). New York, Oxford University Press, Galaxy, 1966, 232-239. [trad. bras.: “Aspectos linguísticos da tradução”. In: Linguística e comunicação. Pref. de Isidoro Blikstein. Trad. de José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 1972, p. 63-72.] [trad. cast.: “En torno a los aspectos lingüísticos de la traducción”. In: Ensayos de lingüística general. Barcelona, Planeta-Agostini, 1985, p. 67-77].

KOLLER, Werner. Einführung in die Übersetzungswissenschaft. 4. ed. rev. Heidelberg/Wiesbaden: Quelle und Meyer, 1992.

LEFEVERE, André. Translation, Rewriting and the Manipulation of Literary Fame. London e New York: Routledge, 1992.

LUTERO, Martinho. “Sendbrief vom Dolmetschen.” In: Störig, p. 14-32. [trad. bras.: a) “Carta aberta do doutor Martinho Lutero a respeito da Tradução e da Intercessão dos Santos”. Trad. Walter O. Schlupp. In: Obras Selecionadas [de] Martinho Lutero – vol. VIII: Interpretação bíblica. Ed. Nestor Beck. Porto Alegre, Concórdia; São Leopoldo, Sinodal, 1995, p. 205-220. b) “Sendbrief vom Dolmetschen/Carta aberta sobre a tradução.” Trad. Mauri Furlan. In: Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia Bilíngue. Vol. 4 – Renascimento. Org. Mauri Furlan. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2006, p. 94-131] [trad. cast.: “Circular sobre la traducción”. In: Vega, p. 105-112].

NIDA, Eugene A.; TABER, Charles R. The theory and practice of translation. Leida, E.J. Brill, 1969. [Trad. cast. La traducción: teoría y práctica. Trad. e adapt. A. de la Fuente Adánez. Madrid: Cristiandad, 1986].

PLATÃO. Ríkið. Trad. isl. Eyjólfur Kjalar Emilsson e Kristján Árnason. Reykjavík: Hið íslenska bókmenntafélag, 1991. [trad. isl. de A República de Platão publ. pela Sociedade Literária Islandesa].

REISS, Katharina. Texttyp und Übersetzungsmethode. Der operative Text. Heidelberg, Max Niemeyer, 1976.

REISS, Katharina. VERMEER, Hans J. Grundlegung einer allgemeinen Translationstheorie. 2. ed. Tübingen: Max Niemeyer, 1994. [trad. cast.: Fundamentos para una teoría funcional de la traducción. Trad. S. García Reina, C. Martín de León e H. Witte. Madri, Akal, 1996].

SCHREIBER, Michael. Übersetzung und Bearbeitung. Zur Differenzierung und Abgrenzung des Übersetzungsbegriffs. Tübingen, Narr, 1993.

SCHLEIERMACHER, Friedrich. “Ueber die verschiedenen Methoden des Übersetzens.” In: Störig, p. 38-70. [trad. bras.: “Sobre os diferentes métodos de tradução”, trad. Margarete von Mühlen Poll. In: Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia bilíngue. Vol. 1 – Alemão-português. Org. Werner Heidermann. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, Núcleo de Tradução, 2001]. [trad. port.: Sobre os diferentes métodos de traduzir. Apres., trad., notas e pref. J.M.M. Justo. Porto: Elementos Sudoeste, 2003]. [trad. cast.: “Sobre los diferentes métodos de traducir”. In: Vega, p. 224-235].

STOLZE, Radegundis. Übersetzungstheorien. Eine Einhführung. Tübingen, Narr, 1994.

STÖRIG, Hans Joachim (ed.). Das Problem des Übersetzens. Ed. Hans Joachim Störig. Darmstadt, Wissenschaftliche Buchgesellschaft, 1963.

VEGA, Miguel Ángel (ed.). Textos clásicos de teoría de la traducción, Madrid: Cátedra, 1994.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Dutra, L. . (2020). Tradução, teorização, traição. Ensaio sobre estudos de tradução, de Gauti Kristmannsson. Cadernos De Literatura Em Tradução, (22), 367-414. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i22p367-414