A morte de um Poeta. Tradução poética para o português da estreia literária de Mikhail Iúrevitch Lérmontov (1814-1841)

Autores

  • Pedro Augusto Pinto Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i23p39-56

Palavras-chave:

Romantismo, Lírica, Tradução, Literatura Russa

Resumo

O presente artigo busca introduzir e comentar a tradução inédita que aqui apresentamos do poema “A morte de um poeta”, de Mikhail Lérmontov, um dos mais importantes autores russos do século XIX. Para além de algumas escolhas feitas ao longo do processo tradutório, tentaremos apresentar os pressupostos teóricos de que nos valemos, assim como um breve panorama do contexto histórico e cultural em que se inserem a obra de Lérmontov como um todo, e sobretudo o poema em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Augusto Pinto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Doutorando em Letras Estrangeiras e Tradução, Mestre em Literatura e Cultura Russa e Bacharel Licenciado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH – USP)

Referências

AUBERT, Francis. As (in)fidelidades da tradução. 2ª ed. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1994.

CAMPOS, H. Metalinguagem e outras metas. 4ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2006.

CANDIDO, A. Estudo analítico do poema. 4ª ed. São Paulo: Humanitas, 2004.

CHANTRAINE, P. (org.). Dictionnaire Étymologique de la Langue Grecque, t. 4. Paris: Éditions Klincksieck, 1977.

EIKHENBAUM, B. Liermontov: Opyt istoriko-literaturnoi otsienki. Leningrado: Gosudarstvennyi Izd., 1924.

EIKHENBAUM, B. “Literaturnyi byt” in O literatúrie. Moscou: Sov. Pisatiel', 1987.

JAKOBSON, R. Linguística e comunicação. Trad. Isidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 1969.

KOSELLECK, R. Futuro passado. Trad. Wilma P. Maas e Carlos A. Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto: PUC-Rio, 2006.

LÉRMONTOV, M. I. Sobraniie sotchinenii v tchetyriekh tomakh. Moscou: Khudojestvennaia Literatura, 1964.

LÉRMONTOV, M. O herói de nosso tempo. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

LÖWY, M.; SAYRE, R. Revolta e melancolia. Petrópolis: Vozes, 1995.

MANÚILOV, V. A. (org.). Liérmontovskaia Entsiklopiédiia. Moscou: Soviétskaia Entsiklopiédioa, 1981.

MESCHONNIC, H. Poética do traduzir. Trad. Jerusa P. Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Perspectiva, 2010.

PAES, J. P. Tradução: a ponte necessária. São Paulo: Ática, 1990.

POUND, E. ABC da literatura. Trad. Augusto de Campos e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 1970.

RÓNAI, P. A tradução vivida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

RÓNAI, P. Escola de tradutores. 2ª ed. Rio de Janeiro: Livraria São José, 1956.

SALIBA, E. As utopias românticas. 2ª ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2003.

SCHNAIDERMAN, B. Tradução, ato desmedido. São Paulo: Perspectiva, 2011.

SIÉRMAN, I. Mikhail Liermontov: jizn’ v literaturie 1836-1841. Moscou: RGGU, 2003.

STAROBINSKI, J. L'Encre de la mélancolie. Villeneuve-D'Ascq: Éditions du Seuil, 2012.

Downloads

Publicado

2021-07-12

Como Citar

Pinto, P. A. . (2021). A morte de um Poeta. Tradução poética para o português da estreia literária de Mikhail Iúrevitch Lérmontov (1814-1841). Cadernos De Literatura Em Tradução, (23), 39-56. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i23p39-56

Edição

Seção

Poesia