Of Mice and Men, de John Steinbeck

Autores

  • Ana Lúcia da Silva Kfouri

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i23p232-255

Palavras-chave:

Literatura, Tradução, Marcas de oralidade, John Steinbeck

Resumo

O objetivo deste trabalho é propor uma tradução para o português brasileiro do primeiro trecho da obra literária Of mice and men de John Steinbeck. O excerto escolhido contém a voz do narrador, em linguagem norma culta padrão do inglês norte-americano, em oposição à voz dos dois protagonistas da história, Lennie e George, concebida como variante dialetal contento traços de oralidade, muitas vezes marcada por vocábulos informais e/ou uso da ortografia e sintaxe fora da norma culta padrão. O objetivo da tradução foi tentar manter no português brasileiro a oposição entre a voz, em norma culta padrão, do narrador, e as marcas de oralidade das falas das personagens de modo a tentar manter a verossimilhança com o discurso oral dos falantes do português brasileiro, assim como a verossimilhança interna com a oralidade característica das falas das personagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lúcia da Silva Kfouri

Ana Lúcia da Silva Kfouri é mestre na área de Letras com ênfase em Estudos da Tradução, com foco em tradução literária, especialmente tradução de oralidade e socioleto literário e possui graduação em Letras Tradução Interpretação. Atualmente é tradutora autônoma do português para o inglês e do inglês para o português nas áreas literária e jurídica. Em 2017, fez o curso de formação da tradutores literários oferecido pela Casa Guilherme de Almeida e em 2020, concluiu o curso de Aprimoramento de Tradutores Literários oferecido pela Casa Guilherme de Almeida.

Referências

BRETT, David. Eye Dialect: Translating the Untranslatable. AnnalSS 6, 2009. Lost in Translation. Testi e culture allo specchio. Disponível em http://www.academia.edu/772710/Eye_Dialect_Translating_the_Untranslatable. Acesso em 30.11.2017.

BRITTO, Paulo Henriques. A tradução literária. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2020.

CAMPOS, Odette G. L. A. de Souza et al. “Flexão Nominal: Indicação de Pluralidade no Sintagma Nominal”. In ILARI, Rodolfo (org.). Gramática do Português Falado – Vol. II: Níveis de Análise Linguística. 3 ed. Campinas: Editora da Unicamp, 1996.

ECO, Umberto. Quase a mesma coisa – Experiências de tradução. Tradução de Eliana Aguiar. Rio de Janeiro e São Paulo: Editora Record, 2007.

GALEMBECK, Paulo de Tarso. “O emprego do subjuntivo e de formas alternativas na fala culta”. In PRETI, Dino (org.). Estudos de Língua Falada – variações e confrontos. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2006.

KFOURI, Ana Lúcia da Silva. “What mouse, George? I ain’t got no mouse”: traduzindo marcas de oralidade em Of Mice and Men de John Steinbeck. 2020. 152 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo, SP, 2020.

KOCH, Ingedore. Villaça. “Especificidade do texto falado”. In JUBRAN, Clélia Spinardi (org.). Gramática do Português Culto Falado no Brasil. Volume I. A Construção do Texto Falado. Ataliba T. de Castilho (coord.). São Paulo: Editora Contexto, 2015.

LEITE, Marli Quadros. “Língua Falada: uso e Norma”. In PRETI, Dino (org.) Estudos de Língua Falada. Variações e Confronto. 3 ed. São Paulo: Associação editorial Humanitas, 2006.

SCHERRE, M.; DIAS, E. P.; ANDRADE, C.; MARTINS, G. F. “Variação dos pronomes “tu” e “você””. In MARTINS, Marco Antonio e ABRAÇADO, Jussara (orgs.). Mapeamento sociolinguístico do português brasileiro. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

SCHLEIERMACHER, Friedrich. “On the Different Methods of Translating”. In SCHULTE, Rainer and BIGUENET, John (ed.). Theories of Translation – An Anthology of Essays from Dryden to Derrida. Translated by Waltraud Bartscht. Chicago and London: The University of Chicago Press, 1992.

STEINBECK, John. Of Mice and Men. London: Penguin, 2006.

SWAN, Michael. Practical English Usage. Oxford: Oxford University Press, 1995.

SWAN, Michael & WALTER, Catherine. Oxford English Grammar Course – Advanced. Oxford: Oxford University Press, 2016.

VIANNA, Juliana Segadas e LOPES, Céla Regina dos Santos. “Variação dos pronomes “Nós” e “A Gente””. In MARTINS, Marco Antonio e ABRAÇADO, Jussara (orgs.). Mapeamento sociolinguístico do português brasileiro. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

VENUTI, Lawrence. The Translator’s Invisibility. London and New York: Routledge, 2002.

Downloads

Publicado

2021-07-12

Como Citar

Kfouri, A. L. da S. . (2021). Of Mice and Men, de John Steinbeck. Cadernos De Literatura Em Tradução, (23), 232-255. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i23p232-255

Edição

Seção

Prosa