Kung fu do exílio: os poemas de Ten Phun

Autores

  • Marina Della Valle Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i24p115-124

Palavras-chave:

Ten Phun, Refugiado, Língua e deslocamento, Ativismo político

Resumo

O artigo apresenta uma breve análise e traduções para o português de três poemas do tibetano Ten Phun, publicados originalmente em inglês no livro Sweet Butter Tea. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Della Valle, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Marina Della Valle é doutora em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês, Departamento de Letras Modernas, FFLCH, USP, com pesquisa na Universidade de Cambridge. Graduada em Jornalismo pela Faculdade Casper Líbero (1997). Membro da comissão editorial da revista Cadernos de Literatura em Tradução (Humanitas-USP), ligada ao Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP. Áreas de atuação: Estudos da Tradução, tradução poética.

Referências

BHOIL, Shelly. A brief survey. In Muse India, 57. Disponível em: <http://www.museindia.com/Home/ViewContentData?arttype=feature&issid=57&menuid=5139>.

CAMPOS, Haroldo de. “A palavra vermelha de Holderlin”. In A arte no horizonte do provável e outros ensaios. Ed. Perspectiva. São Paulo, 1969. Pp. 100.

LARANJEIRA, Mário. Poética da tradução: do sentido à significância. São Paulo: Edusp, 1993.

PHUN TEN, Sweet butter tea. Square One, 64 p., 2018

ROSENBLUTH, Imogen. Too many rented rooms: creative expression in the Tibetan Community and the foreign artist. Independent Study Project (ISP) Collection. 2227. (2015) Disponível em: <https://digitalcollections.sit.edu/isp_collection/2227>.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Della Valle, M. . (2021). Kung fu do exílio: os poemas de Ten Phun. Cadernos De Literatura Em Tradução, (24), 115-124. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5388.i24p115-124

Edição

Seção

Artigos