Poemas irlandeses

  • Marcelo Tápia Universidade de São Paulo
  • Brendan Kennelly
  • Seamus Heaney
  • Michael Hartnett
  • Michae Longley
  • Derek Mahon
  • Aidan C. Mathews
  • Richard Ryan

Resumo

Tradução de: Marcelo Tápia

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Tápia, Universidade de São Paulo
Poeta, editor e tradutor. Publicou os livros Primitipo (1982), O bagatelista (1985), Rótulo (1990), Livro aberto (1992) e Pedra volátil (1996), além dos volumes de tradução James Joyce – poemas (1985 / 1990), Haikais do tempo / Tankas e haikais da lua (1997) e A forja – alguma poesia irlandesa contemporânea (2004). Graduou-se em português e grego na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
Brendan Kennelly
Nasceu em Kerry, em 1936. Publicou, entre outros, os livros Getting up early (1966), Good souls to survive (1967), Bread (1971), Love Cry (1972), The voices (1973), Islandman (1977), The boats are home (1980), Cromwell (1983) e A time for voices: selected poems 1960-1990 (1990).
Seamus Heaney
Nasceu em 1939, no Condado de Derry, Irlanda do Norte. Publicou, entre outros, os livros de poemas Death of a naturalist(1966), Door into the dark (1969), North (1975), Station Island (1984) e The spirit level (1996), bem como diversos volumes de crítica literária. Ocupou a cadeira de poesia em Oxford por seis anos, e recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1995. Integrou o “Grupo de Belfast”(também conhecido como “Escola do Norte”).
Michael Hartnett
Nascido em 1941, em Limerick, e morto em 1999, em Dublin, é conhecido por sua atitude contestatória em relação à adoção da língua inglesa pelos poetas irlandeses (durante um período de dez anos, deixou de escrever em inglês, para “produzir apenas na língua do seu povo”). Publicou, entre outros, os livros Anatomy of a cliché (1968), A necklace of wrens (livro bilíngüe, inglês-irlandês) e A farewell do English (1975). Recebeu um prêmio do American Fund Literary; era membro da Aosdána (organização que reúne criadores cujo trabalho tenha especialmente contribuído com a arte irlandesa).
Michae Longley
Nasceu em Belfast, em 1939. Publicou, entre outros, os livros de poemas No continuing city (1969), Man lying on a wall(1976), Poems 1963-1983 (1984), The ghost orchid (1995) e Broken dishes (1998). É membro da Royal Society of Literature, da Aosdána e do Cultural Traditions Group, que promove a aceitação da diversidade cultural na Irlanda do Norte. Integrou o “Grupo de Belfast”.
Derek Mahon

Nascido em Belfast em 1941, publicou, entre outros, os
livros de poemas Night-crossing (1968), Ecclesiastes (1970), The snow party (1975), Poems 1962-78 (1979) e Selected poems (1993). É autor de diversas peças teatrais, como The bacchae: after Euripedes (1991). Editou as antologias Modern Irish poetry (1972) e The Penguin book of contemporary Irish poetry. Recebeu diversos prêmios, entre eles o Irish American Foundation e o Lannan Foundation. Integrou o “Grupo de Belfast”, e é membro da Aosdána.

Aidan C. Mathews

Nasceu em Dublin, em 1956. Publicou, entre outros,
os livros de poemas Windfalls (1977) e Minding Ruth (1983), além do volume de narrativas breves Adventures in a Bathyscope (1988).

Richard Ryan

Nasceu em Dublin, em 1946. Publicou Ledges (1970) e
Rave (1973). É embaixador da Irlanda e representante permanente do país nas Nações Unidas

Publicado
2006-11-01
Como Citar
Tápia, M., Kennelly, B., Heaney, S., Hartnett, M., Longley, M., Mahon, D., Mathews, A., & Ryan, R. (2006). Poemas irlandeses. Cadernos De Literatura Em Tradução, (7), 85-107. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/clt/article/view/49406
Edição
Seção
Não definida