Transcriação e hiperfidelidade

  • Thelma Médici Nóbrega

Resumo

A transcriação é um conceito de difícil definição. O próprio Haroldo de Campos, ao longo do tempo, usou-o em diferentes acepções, para não falar dos muitos outros neologismos que cunhou para se referir às suas traduções de obras magnas da literatura  mundial – como transparadização, no caso de Dante, transluciferação, no de Goethe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thelma Médici Nóbrega
Thelma Médici Nóbrega é professora do curso de Tradutor do UNIVEM, tradutora e doutora pelo Programa de Comunicação e Semiótica da Pontificia Universidade Católica (PUC/SP). Sua tese de doutorado é a biografia literária de Haroldo de Campos.
Publicado
2006-11-01
Como Citar
Nóbrega, T. (2006). Transcriação e hiperfidelidade. Cadernos De Literatura Em Tradução, (7), 249-255. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/clt/article/view/49417
Edição
Seção
Não definida