Qīngmíng – A Pura Claridade

  • Italia Bonadio Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Du Mu, poesia chinesa, dinastia Tang

Resumo

Este artigo se propõe a fazer a tradução e a análise do poema Qīngmíng 清明 escrito pelo poeta Du Mu durante a dinastia Tang. A poesia chinesa tem sido pouco difundida entre os falantes de Português e muitas vezes encarada como simplista e pobre. A análise se utilizará de conceitos contemporâneos de literatura, o objetivo é fazer com que leitores atuais entendam e possam sentir prazer ao ler a poesia clássica chinesa no momento em que perceberem os recursos que eram utilizados e suas redescobertas ou reaproveitamentos no mundo moderno acidental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Italia Bonadio, Universidade de São Paulo

Nasceu em novembro de 1986. É recém-graduada em língua e literatura de Línguas Portuguesa e Chinesa pela Universidade de São Paulo, Brasil. Possui também licenciatura em Língua Portuguesa e trabalha como professora de Português para falantes de outras línguas, tendo realizado esta atividade também na China durante seis meses. Contato: tataslaiman@hotmail.com

Publicado
2015-04-24
Como Citar
Bonadio, I. (2015). Qīngmíng – A Pura Claridade. Cadernos De Literatura Em Tradução, (14). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/clt/article/view/97021