Lu Xun e a anatomia de um povo

  • Márcia Schmaltz Doutoranda em Linguística na Universidade de Macau (UM), onde leciona desde 2008.

Resumo

A leitura de Lu Xun é um passo para a compreensão da inteligentsia chinesa. A sua leitura ajuda a entender as duas primeiras décadas do século XX, época de transição chinesa do regime monárquico para o republicano anterior a 1949. A prosa ficcional do Autor é um retrato de um período atribulado, de contradição, de mudança de costumes e de modernização. Para a leitura de Lu Xun, porém, faz-se necessário uma retrospectiva histórica em algumas linhas para situar o leitor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Schmaltz, Doutoranda em Linguística na Universidade de Macau (UM), onde leciona desde 2008.

Brasileira, mas cresceu em Taiwan. Tradutora-intérprete de chinês desde 2000. É mestre em Estudos da Linguagem (UFRGS), pesquisadora sênior na Universidade de Língua e Cultura de Beijing (BLCU) e foi leitora na Universidade de Pequim. Doutoranda em Linguística na Universidade de Macau (UM), onde leciona desde 2008. Em 1999 ganhou o prêmio Xerox/Livro Aberto e, em 2001, o Prêmio Açorianos de Literatura, categoria tradução. Traduziu Viver (Companhia das Letras, 2007), Deixe-me em paz (Geração Editorial, 2013), Contos completos de Lu Xun (L&PM, no prelo). Junto com Sérgio Capparelli publicou pela L&PM 50 Fábulas da China Fabulosa (2008) e Contos Sobrenaturais Chineses (2010). Contato: marcias@umac.mo

Publicado
2015-04-24
Como Citar
Schmaltz, M. (2015). Lu Xun e a anatomia de um povo. Cadernos De Literatura Em Tradução, (14). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/clt/article/view/97024