[1]
Álvaro Faleiros, “Na esfera da reimaginação”, Cad. lit. tradução, nº 11, p. 37-46, maio 2010.