Pagu: poesia, militância e condição feminina

Autores

  • Arlindo Rebechi Junior Universidade Estadual Paulista (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v23i1p159-170

Palavras-chave:

poesia brasileira, modernismo brasileiro, Patrícia Galvão (Pagu)

Resumo

Apresentação da poeta Patrícia Galvão, conhecida como Pagu, focalizando sua produção híbrida de poemas-desenhos (Álbum de Pagu) e o seu poema mais célebre, “Natureza morta”, publicado sob o pseudônimo de Solange Sohl, em 1948.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arlindo Rebechi Junior, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Docente do Departamento de Ciências Humanas da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), atuando em diversos cursos na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Doutor em Literatura Brasileira pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).

Downloads

Publicado

2018-06-07

Como Citar

Rebechi Junior, A. (2018). Pagu: poesia, militância e condição feminina. Comunicação & Educação, 23(1), 159-170. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v23i1p159-170