Práticas integrativas e complementares em saúde: análise dos regimes de verdade e discursividades médico-hegemônicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v26i1p132-144

Palavras-chave:

Práticas integrativas e complementares em saúde, Regimes de verdade, Estudos culturais, Estudos foucaultianos, Análise discursiva

Resumo

Neste estudo, lançamos mão dos Estudos Culturais como chave de leitura para analisar as discursividades sobre as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) que circulam em revistas brasileiras. Observamos que tais discursividades promovem deslocamentos sobre as PICS de um terreno de hesitação científica para um campo “validado”, quando condicionado ao endosso do profissional médico. Nesse sentido, os discursos enquadram as PICS em um modelo biomédico, centrado em um profissional específico que se destaca dos demais profissionais da saúde, e formatam essas Práticas dentro de uma concepção de saúde medicalizadora, o que, em certa medida, se contrapõe à filosofia de diversas PICS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Luzia Mallmann, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Fonoaudióloga da Prefeitura Municipal de Veranópolis. Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Residência Multidisciplinar em Saúde da Família e Especialização em Terapia Comunitária Integrativa.

Cristianne Maria Famer Rocha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora e Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora do Curso de Bacharelado em Saúde Coletiva, do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Carolina de Freitas Corrêa Siqueira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu-UFRGS) Integrante do NECCSO: Núcleo de Estudos Currículo, Cultura e Sociedade (UFRGS) Integrante do Grupo de Pesquisa GEPS: Grupo de Estudos em Promoção da Saúde (UFRGS) Bolsista do Programa de Excelência Acadêmica (PROEX-CAPES) Mestra em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade de Santa Cruz do Sul (PPGEdu - UNISC) Licenciada em História pela Universidade de Santa Cruz do Sul.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é um dispositivo? Outra Travessia, Florianópolis, n. 5, p. 9-16, 2005.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2006.

CASTIEL, Luis David; POVOA, Eduardo Conte. Dr. Sackett & “Mr. Sacketeer”… Encanto e desencanto no reino da expertise na medicina baseada em evidências. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, p. 205-214, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2001000100021.

CUMINALE, Natalia. Ervas e chás naturais trazem danos ao fígado. Veja, São Paulo, 30 set. 2011.

FERNANDES JÚNIOR, Antônio; SOUSA, Kátia Menezes de (org.). Dispositivos de poder em Foucault: práticas e discursos da atualidade. Goiânia: UFG, 2014.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Problematizações sobre o exercício de ver: mídia e pesquisa em educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 20, p. 83-94, 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000200007.

FORMENTI, Lígia, Acupuntura somente poderá ser exercida por médicos. Veja, São Paulo, 28 mar. 2012

FOUCAULT, Michel. Arqueologia do saber. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1997.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 23. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2004.

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos: estratégia e poder-saber. Tradução de Vera Lúcia Avellar Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012. 4 v.

FRANÇA, Luiz. A cura está no doente, diz médico. Veja, São Paulo, 23 jan. 2010.

GATTI, Cláudio. Opções contra o câncer. IstoÉ, São Paulo, 2 maio 2008.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções de nosso tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 22, n. 2, p. 15-46, 1997a.

HALL, Stuart. The work of representation. In: HALL, Stuart. Representation: cultural representations and signifying practices. Tradução de Ricardo Uebel. London: Sage, 1997b. p. 1-73.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia: estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru: Edusc, 2001.

OLIVEIRA, Monique. A saúde é o espelho do que pensamos. IstoÉ, São Paulo, 30 maio 2012.

OTANI, Márcia Aparecida Padovan; BARROS, Nelson Filice de. A Medicina Integrativa e a construção de um novo modelo na saúde. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p. 1801-1811, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000300016.

PEREIRA, Cilene; TARANTINO, Mônica. Todo o poder da ioga. IstoÉ, São Paulo, 25 jun. 2011.

RODRIGUES, Greice. Fitness para o câncer. IstoÉ, São Paulo, 10 set. 2008.

RODRIGUES, Greice. Acupuntura para a beleza. IstoÉ, São Paulo, 8 jul. 2009.

ROSSI, Jones. A acupuntura deve ficar somente nas mãos dos médicos? Veja, São Paulo, 7 abr. 2012.

SOUSA, Fernanda Cunha. A variação de usos entre pretérito imperfeito e futuro do pretérito do indicativo na expressão da hipótese. 2007. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2007.

TARANTINO, Mônica. Os aliados contra o câncer de mama. IstoÉ, São Paulo, 2 dez. 2014.

THIAGO, Sônia de Castro S.; TESSER, Charles Dalcanale. Percepção de médicos e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família sobre terapias complementares. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 45, n. 2, p. 249-257, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102011005000002.

YARAK, Aretha. Como o monge pode ajudar os médicos. Veja, São Paulo, 18 mar. 2011.

Downloads

Publicado

2021-07-15

Como Citar

Mallmann, C. L., Rocha, C. M. F., & Siqueira, C. de F. C. (2021). Práticas integrativas e complementares em saúde: análise dos regimes de verdade e discursividades médico-hegemônicas. Comunicação & Educação, 26(1), 132-144. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v26i1p132-144