Transmetodologia como identidade: uma epistemologia transformadora na pesquisa em comunicação

Autores

  • Renata Cardoso de Almeida Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Alberto Efendy Maldonado Gómez de la Torre Universidade do Vale do Rio dos Sinos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p94-103

Palavras-chave:

Transmetodologia, Comunicação, Epistemologia, Ciência, Identidade

Resumo

A ciência e a comunicação afetam e são afetadas pela realidade ao mesmo tempo em que necessitam de uma ruptura com o senso comum raso e não reflexivo, ao contrário dos saberes milenares que foram construídos com muita engenharia mental por diversos povos. Por isso, este artigo tem como objetivo propor uma forma alternativa de pensar o modo como fazemos ciência em comunicação, valorizando as experiências pessoais e as tencionando de acordo com as diversas correntes teóricas, buscando compreender a diversidade sobre diferentes prismas. Assim, este artigo defende a proposta transmetodológica formulada por Alberto Efendy Maldonado como uma identidade epistêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Cardoso de Almeida, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Mestre em Ciências da Comunicação no Programa de Pós-graduação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), inserida na linha de pesquisa Cultura, Cidadania e Tecnologias da Comunicação.

Alberto Efendy Maldonado Gómez de la Torre, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Professor titular (catedrático) do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Referências

ALVES, Luiz Roberto. Comunicação, cultura e bem-público: convergências metodológicas sob desafios. In: MALDONADO, Alberto Efendy. Panorâmica da investigação em comunicação no Brasil: processos receptivos, cidadania e dimensão digital. Salamanca: Comunicación Social Ediciones y Publicaciones, 2014. p. 101-121.

BACHELARD, Gaston. A epistemologia. Lisboa: Edições 70, 2001.

BOSI, Ecléa. Entre a opinião e o estereótipo. In: BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória: ensaios de psicologia social. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003. p. 113-126.

CORCUFF, Philipe. ¿Que há pasado com la teoría crítica? Problemas, intereses em juego y pistas. Cultural y representaciones sociales, Cidade do México, v. 9, n. 18, p. 63-79, 2015.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina. Tradução de Galeno de Freitas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Corpo e forma: ensaios para uma crítica não-hermenêutica. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

JAPIASSU, Hilton Ferreira. Introdução ao pensamento epistemológico. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1988. p. 137-158.

MALDONADO, Alberto Efendy. A perspectiva transmetodológica na conjuntura de mudança civilizadora em inícios do século XXI. In: MALDONADO, Alberto Efendy; BONIN, Jiani Adriana; ROSÁRIO, Nísia Martins (org.). Perspectivas metodológicas em comunicação: novos desafios na prática investigativa. Salamanca: Comunicación Social Ediciones y Publicaciones, 2013. p. 31-57.

MALDONADO, Alberto Efendy. Epistemología de la comunicación: análisis de la vertiente Mattelart en América Latina. Quito: CIESPAL, 2015.

MILLS, Charles Wright. Do artesanato intelectual. In: MILLS, Charles Wright. A imaginação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1975. p. 211-243.

MORIN, Edgar. O conhecimento do conhecimento. Lisboa: Europa-América, 1986. (O método, v. 3).

PEIRCE, Charles Sanders. A fixação da crença. Popular Science Monthly, Harlan, n. 12, p. 1-15, 1877.

RUEDA, Rocío. Ciberciudadanias, multitud y resistencias. In: MARTINEZ, Silvia Lago (org.). Ciberespacio y resistencias: exploración en la cultura digital. Buenos Aires: Hekht Libros, 2012. p. 101-121.

SARTRE, Jean-Paul. Crítica de la razón dialectica. Buenos Aires: Losada, 2011.

PIKETTY, Thomas. O capital no século XXI. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014.

Downloads

Publicado

2020-12-04

Como Citar

Almeida, R. C. de, & Torre, A. E. M. G. de la. (2020). Transmetodologia como identidade: uma epistemologia transformadora na pesquisa em comunicação. Comunicação & Educação, 25(2), 94-103. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p94-103

Edição

Seção

Artigos Nacionais