O potencial educacional do biopic Freud além da alma

Autores

  • Maria Ogécia Drigo Universidade de Sorocaba
  • Paula Beatriz G. Cuter Universidade de Sorocaba

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p44-57

Palavras-chave:

Comunicação, Educação, Cinema, Biopic, Freud além da alma

Resumo

Este artigo, cujo tema está na interface Comunicação/Educação, objetiva explicitar o potencial do biopic Freud the secret passion (título em português: Freud além da alma) para a compreensão de conceitos de psicanálise e para compor práticas de ensino. Para tanto, identifica aproximações de manifestações do inconsciente apresentadas no filme aos desenvolvidos por Freud. A fundamentação teórica e metodológica envolve teorias de Freud e análise de conteúdo. O artigo é relevante para a comunicação e para a educação por mostrar que a análise fílmica referente ao conteúdo do biopic pode contribuir para o ensino de conceitos científicos e ir além do cinema como entretenimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ogécia Drigo, Universidade de Sorocaba

Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP. Pós-doutora pela ECA/USP. Docente do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba - Uniso - SP

Paula Beatriz G. Cuter, Universidade de Sorocaba

Mestre em Comunciação e Cultura pela Uniso.

Referências

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. A análise do filme. São Paulo: Texto e Grafia, 2013.

ARAÚJO, Denize C. Imagens-memória: documentários-homenagem, autobiográficos e biopics. Comunicação Midiática, Bauru, v. 11, n. 2, p. 91-108, 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BORDWELL, David. La narración en el cine de ficción. Espanha: Paidós, 1996.

BORDWELL, David. O cinema clássico hollywoodiano: normas e princípios narrativos. In: PESSOA RAMOS, Fernão. Teoria contemporânea do cinema. v. 2. São Paulo: Senac, 2005.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

CUTER, Paula Beatriz G. O potencial comunicativo/educativo do filme Freud, além da alma. 2018. 162f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura) – Universidade de Sorocaba, Sorocaba, 2018.

FREUD, Sigmund. Estudos sobre a histeria (1893-95). In: STRACHEY, James (ed.). Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. v. 2. Rio de Janeiro: Imago, 1974.

FREUD além da alma. Direção de John Huston. Produção de Wolfgang Reinhardt. EUA: 1962. DVD (139 min).

NOGUEIRA, Luís. Manuais de cinema II: gêneros cinematográficos. Covilhã: LabCom Books, 2010.

PARENTE, André. Narrativa e modernidade: os cinemas não-narrativos do pós-guerra. Campinas: Papirus, 2000.

ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

SILVA, Thais Conconi. Cinema, conhecimento científico e formação de professores: a trajetória de René Descartes pelo neorrealista Roberto Rossellini. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 12., 2016, São Paulo. Anais […]. São Paulo, 2016.

XAVIER, Ismail. Um cinema que “educa” é um cinema que (nos) faz pensar. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 33, n. 1, p. 13-20, 2008.

ZIMERMAN, David E. Manual da técnica psicanalítica. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Downloads

Publicado

2020-12-04

Como Citar

Drigo, M. O., & Cuter, P. B. G. (2020). O potencial educacional do biopic Freud além da alma. Comunicação & Educação, 25(2), 44-57. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p44-57

Edição

Seção

Artigos Nacionais