Escrevivências: o blog e o microblog como espaços de pesquisa em histórias de vida

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v26i1p119-131

Palavras-chave:

Blog, Twitter, Ferramentas digitais de pesquisa, História de vida, Fundamentalismos religiosos

Resumo

A pesquisa que serviu de base para este trabalho teve como objetivo contribuir com o conhecimento e com o diagnóstico das formas de violências em contextos de fundamentalismos religiosos, aprofundando as discussões teóricas sobre o assunto, tendo sempre em vista possibilidades de debates sobre o papel que a Educação tem nesse estudo. A metodologia pautou-se na definição de uma coleta de base por meio de um blog, representada pelas histórias de vida de meninas e mulheres que sofreram algum tipo de violência em contextos de fundamentalismos religiosos. Entre os resultados obtidos, concluiu-se que, para pesquisar temáticas ainda envoltas em silenciamentos e preconceitos, como é o caso da relação entre violência de gênero e fundamentalismos religiosos, aliar o blog a outras ferramentas da cibercultura pode ser de grande relevância, uma vez que isso suscita o debate e permite a criação de espaços de confiança e intimidade que favorecem a partilha de depoimentos pessoais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roselete Fagundes de Aviz, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Departamento de Metodologia de Ensino (MEN/CED) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pesquisadora do Núcleo Infância, Comunicação, Cultura e Arte (NICA-UFSC).

Gilka Elvira Ponzi Girardello, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do MEN/CED da UFSC, pesquisadora do NICA-UFSC.

Referências

AMARAL, Adriana; RECUERO, Raquel; MONTARDO, Sandra. Blogs: mapeando um objeto. In: AMARAL, Adriana; RECUERO, Raquel; MONTARDO, Sandra (org.). Blogs.com: estudos sobre blogs e comunicação. São Paulo: Momento Editorial, 2009. p. 27-54.

ARMSTRONG, Karen. Em nome de Deus: o fundamentalismo no Judaísmo, no Cristianismo e no Islamismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

EVARISTO, Conceição. Minha escrita é contaminada pela condição de mulher negra. In: LIMA, Juliana Domingos de. Jornal Nexo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2HVfnIW. Acesso em: 30 abr. 2020.

LEMOS, André. Cibercultura: alguns pontos para entender a nossa época. In: LEMOS, André; CUNHA, Paulo (org.). Olhares sobre a cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003. p. 11-23.

MAGALHÃES, Maria José. Construção do sujeito mulheres: subjetividades das vozes e dos silêncios. In: MAGALHÃES, Maria José et al. (org.). Pelo fio se vai à meada: percursos de investigação através de histórias de vida. Lisboa: Ela por ela, 2012. p. 9-12.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1997.

SKLIAR, Carlos Bernardo; DUSCHATZKY, Sílvia. O nome dos outros: narrando a alteridade na cultura e na educação. In: LARROSA, Jorge; SKLIAR, Carlos (org.). Habitantes de Babel: políticas e poéticas na diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p. 119-138.

WADI, Shahd. O ser das mulheres palestinas: histórias de vida entre cusquices e rabiscos. In: MAGALHÃES, Maria José et al. Pelo fio se vai à meada: percursos de investigação através de histórias de vida. Lisboa: Ela por ela, 2012. p. 113-133.

WINELL, Marlene. Leaving the Fold: a guide for former fundamentalists and others leaving their religion. Berkeley, CA: New Harbinger Publications, 2007.

ZAGO, Gabriela da Silva. Dos blogs aos microblogs: aspectos históricos, formatos e características. In: CONGRESSO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA, 6., 2008, Niterói. Anais […]. Niterói: UFRGS, 2008. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/zago-gabriela-dos-blogs-aos-microblogs.pdf. Acesso em: 30 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2021-07-15

Como Citar

Aviz, R. F. de, & Girardello, G. E. P. (2021). Escrevivências: o blog e o microblog como espaços de pesquisa em histórias de vida. Comunicação & Educação, 26(1), 119-131. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v26i1p119-131