A descentralização pedagógica em uma ação educomunicativa guiada pela sequência Fedathi

Autores

  • Marcus Henrique Linhares Ponte Filho Universidade Federal do Cariri
  • Hermínio Borges Neto Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p81-93

Palavras-chave:

Educomunicação, Descentralização pedagógica, Professores, Sequência Fedathi

Resumo

Este artigo analisa o que docentes de uma escola municipal de (CE) pensam a respeito da “descentralização pedagógica” a partir de suas próprias rotinas profissionais. O ensaio é fruto de uma atividade de extensão realizada no período de agosto de 2019 a outubro de 2019 que ofereceu uma formação pedagógica educomunicativa, tendo como suporte metodológico a sequência Fedathi, uma metodologia de ensino que busca estimular o raciocínio científico nas práticas pedagógicas por meio do aprimoramento da ação docente. Pôde-se constatar que os educadores interpretaram a ideia de democratizar a prática docente como algo quase inaplicável, e que o conceito de “descentralização pedagógica” era quase sempre atrelado à perda de autoridade em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus Henrique Linhares Ponte Filho, Universidade Federal do Cariri

Doutor e mestre em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Faculdade de Educação (FACED/UFC). Professor adjunto na Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Hermínio Borges Neto, Universidade Federal do Ceará

Professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC), lotado no Laboratório de Pesquisa Multimeios da Faculdade de Educação da UFC.

Referências

BORGES NETO, Hermínio (org). Sequência Fedathi: fundamentos. Curitiba: CRV, 2018.

BORGES NETO, Hermínio et al. (org.). Sequência Fedathi: uma proposta pedagógica para o ensino de ciências e matemática. Fortaleza: Edições UFC, 2013.

DESCENTRALIZAÇÃO. In: DICIO Dicionário Online de Português. Matosinhos: 7 Graus, [2020?]. Disponível em: https://www.dicio.com.br/descentralização/. Acesso em: 1 jul. 2020.

FERREIRA, Flávia de Carvalho. Contraexemplo. In: BORGES NETO, Hermínio (org). Sequência Fedathi: fundamentos. Curitiba: CRV, 2018. p. 49-54.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

KAPLÚN, Mario. Uma pedagogia da comunicação. In: APARICI, Roberto (org.). Educomunicação: para além do 2.0. São Paulo: Paulinas, 2014. p. 59-80.

LAGO, Cláudia; MARTINS, Ferdinando; NONATO, Cláudia. A alteridade na Educomunicação. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 54-65, 2019.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. 2a. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

LUCKESI, Cipriano. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 22a. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

MENEZES, Daniel Brandão. Prova. In: BORGES NETO, Hermínio (org). Sequência Fedathi: fundamentos. Curitiba: CRV, 2018. p. 99-106.

SANTANA, Ana Carmen de Souza. Mão no bolso: postura, metodologia ou pedagogia? In: BORGES NETO, Hermínio (org). Sequência Fedathi: fundamentos. Curitiba: CRV, 2018. p. 15-22.

SAVIANI, Dermeval. Educação em diálogo. Campinas: Autores Associados, 2011.

SOARES, Ismar de Oliveira Educomunicação: o conceito, o profissional, a aplicação. São Paulo: Paulinas, 2011.

SOARES, Ismar de Oliveira. A educomunicação possível: uma análise da proposta curricular do MEC para o Ensino Básico. Comunicação & Educação, São Paulo, v. 21, n. 1, p. 13-25, 2016.

SOUZA, Maria José Araújo. Sequência Fedathi: apresentação e caracterização. In: BORGES NETO, Hermínio et al. (org.). Sequência Fedathi: uma proposta pedagógica para o ensino de ciências e matemática. Fortaleza: Edições UFC, 2013. p. 15-48.

Downloads

Publicado

2020-12-04

Como Citar

Ponte Filho, M. H. L., & Borges Neto, H. (2020). A descentralização pedagógica em uma ação educomunicativa guiada pela sequência Fedathi. Comunicação & Educação, 25(2), 81-93. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v25i2p81-93

Edição

Seção

Artigos Nacionais