Jornalismo versus pensamento único

  • Claúdia Barcellos de Oliveira Universidade Anhembi-Morumbi
Palavras-chave: jornalismo, cidadania, prática jornalística, jornalismo cultural, profissional da imprensa

Resumo

A autora traça um paralelo entre os fundamentos do jornalismo - que, segundo destaca, são necessários para permitir e estimular maior envolvimento e participação dos cidadãos na construção da realidade social – e a realidade cotidiana da prática jornalística, que acaba se rendendo às imposições mercadológicas. Observa a relação decisiva existente entre as condições de produção jornalística e a qualidade do que é produzido. Para ela, o jornalismo cultural é uma abordagem aprofundada, mais humana e crítica, que permite a prática de um jornalismo mais próximo dos interesses coletivos e da construção da cidadania. Lembra que o jornalismo hegemônico pauta-se apenas pela eficácia mercadológica. Conclui afirmando que o profissional de comunicação não pode continuar reproduzindo este modelo. É preciso dar voz a outros discursos, fugir da homogeneização e romper com o pensamento único.


Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-04-30
Como Citar
Oliveira, C. (2001). Jornalismo <i>versus</i&gt; pensamento único. Comunicação & Educação, (20), 95-99. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i20p95-99