Apontamentos para o estudo da narrativa

Autores

  • Maria Cristina Palma Mungioli

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i23p49-56

Palavras-chave:

narrativa, linguagem narrativa, pensamento narrativo, linguagem e cognição, cultura narrativa

Resumo

O texto apresenta de maneira sucinta algumas idéias que nas últimas duas décadas fizeram com que o interesse pelo estudo da narrativa tenha aumentado de maneira significativa. Tal interesse não se tem limitado ao tradicionalmente chamado campo de estudos dos gêneros literários. Ao contrário, a cada dia, mais e mais pesquisadores ligados à área da cognição humana procuram, no estudo da narrativa, elementos que os levem a entender e a desvendar os mecanismos intrínsecos ao pensamento humano. Isso tem feito com que especialistas de diversas áreas (psicologia, neurologia, literatura, lingüística, semiótica, comunicação) se dediquem ao estudo sistemático de narrativas tanto escritas quanto orais, produzidas por crianças, jovens ou adultos. A publicação de trabalhos de pesquisa que associam a narrativa a formas de pensamento e a consideram como a responsável pelo processo de construção e representação do pensamento humano tem demonstrado que ainda há muito a se conhecer sobre o pensamento narrativo. A nova perspectiva aberta por tais trabalhos coloca os estudos sobre narrativa na ordem do dia e ressignificam seu valor social.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2002-04-30

Como Citar

Mungioli, M. C. P. (2002). Apontamentos para o estudo da narrativa. Comunicação & Educação, (23), 49-56. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i23p49-56