O Museu Afro Brasil

Autores

  • Emanoel Araujo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v15i1p125-129

Palavras-chave:

memória, cultura, museu, escravidão, negro.

Resumo

Ao longo de mais de trinta anos de trabalho voltado para o resgate da memória do negro no Brasil, o artista plástico, curador e diretor de museus Emanoel Araujo reuniu uma extraordinária coleção de cerca de cinco mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, livros, vídeos e documentos, de artistas e autores brasileiros e estrangeiros, relacionados com a temática do negro. Em 2004, o artista criou o Museu Afro Brasil, com o patrocínio da Petrobras e com parcerias estabelecidas com as secretarias de cultura da cidade e do Estado de São Paulo, bem como com o Ministério da Cultura. Já foram realizados no Museu mais de 80 exposições temporárias, atividades educativas e eventos, que lhe renderam o reconhecimento de instituição de grande importância no cenário cultural local e nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emanoel Araujo

Diretor curador.

Downloads

Publicado

2010-04-30

Como Citar

Araujo, E. (2010). O Museu Afro Brasil. Comunicação & Educação, 15(1), 125-129. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v15i1p125-129

Edição

Seção

Serviços