[1]
A. A. Pereira, “Quando a intenção de comunicar supera 140 caracteres”, Comun. Educ., vol. 16, nº 2, p. 125-132, dez. 2012.