A entrada da rede ferroviária no campo da preservação do patrimônio público nacional

  • Lucina Ferreira Matos Fundação Oswaldo Cruz
Palavras-chave: Ferrovias, Patrimônio ferroviário, Memória social

Resumo

Este trabalho trata da preservação dos bens culturais das ferrovias brasileiras, tendo como objeto de reflexão iniciativas do governo federal implantadas no ano de 1980 e que perduraram até metade dos anos 1990. Trata-se do Programa de Preservação do Patrimônio Histórico dos Transportes (Preserve), que em 1986 foi assumido pela Rede Ferroviária Federal S. A. (RFFSA) com a criação do Setor de Preservação do Patrimônio Histórico Ferroviário (Preserfe), se estendendo e se reconfigurando até o ano de 1996. Por meio da estrutura e funcionamento de ambos os programas foi possível observar o percurso de valorização dos bens ferroviários de monumentos históricos a patrimônio cultural. A pesquisa contou com a leitura de trabalhos acadêmicos dedicados à análise da questão. Também contou com o estudo dos documentos oficiais dos dois programas, além da análise de processos de tombamento realizados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) de modo a apresentar a dimensão, as contribuições e o impacto no campo da proteção dos bens nacionais. Observamos que os programas representaram a primeira ação sistêmica voltada para esta tipologia patrimonial, contribuindo para o avanço em termos conceituais e para as práticas existentes no país até aquele momento. Ademais, proporcionaram ao corpo técnico do Iphan, em paralelo a outras demandas da sociedade para com a preservação de bens públicos, um olhar diferenciado e a necessidade de revisões do atual modus operandi.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucina Ferreira Matos, Fundação Oswaldo Cruz

Pós-doutora em História pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Doutora e mestre em História, Política e Bens Culturais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getulio Vargas. Tecnologista em Saúde Pública na Fundação Oswaldo Cruz (2009- ).

Publicado
2019-07-29
Como Citar
Matos, L. F. (2019). A entrada da rede ferroviária no campo da preservação do patrimônio público nacional. Revista CPC, 14(27), 86-113. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v14i27p86-113
Edição
Seção
Artigos

Dados de financiamento