Afresco de Fulvio Pennacchi na capela do Hospital das Clínicas da FMUSP: estudos científicos de caracterização material e executiva

Autores

  • Regina A. Tirello Universidade Estadual Campinas; Faculdade de Engenharia Civil; Departamento de Arquitetura e Construção

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i1p103-120

Palavras-chave:

Conservação e restauração de pinturas murais, Arqueometria, Técnica de afresco

Resumo

Este trabalho insere- se em projeto de pesquisa voltado a estudos arqueométricos de revestimentos e materiais constitutivos e artísticos de pinturas murais, feitas com a técnica do afresco e executadas em edifícios das décadas de 1940 e 1950 da cidade de São Paulo / Brasil, com ênfase para as obras do pintor Fulvio Pennacchi (18961992). Trata- se de estudo multidisciplinar e interdepartamental que envolve pesquisadores do Centro de Preservação Cultural (CPC) e do Instituto de Geociências (IGc) da Universidade de São Paulo. Para impostação metodológica dos procedimentos analíticos a adotar futuramente, nesta etapa tomou- se como estudo de caso referencial um dos afrescos realizados por Pennacchi na capela do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) em 1946, intitulado "A Anunciação de Nossa Senhora" (2,32m x 2,65m). Os estudos encadeiam pesquisas histórico- documentais, observações in situ e emprego de instrumental científico de análise para caracterização dos materiais e reconhecimento dos modos de fatura: microscopia petrográfica, microscopia eletrônica de varredura com EDS, difração de raios X, microssonda eletrônica e obtenção de imagem por radiação ultravioleta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-04-01

Como Citar

Tirello, R. A. (2006). Afresco de Fulvio Pennacchi na capela do Hospital das Clínicas da FMUSP: estudos científicos de caracterização material e executiva . Revista CPC, (1), 103-120. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i1p103-120

Edição

Seção

Conservação e Restauração