Orientando-se em meio a lapsos: considerações sobre a produção historiográfica relativa às políticas públicas de preservação patrimonial no Brasil

Autores

  • Walter Francisco Figueiredo Lowande Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i15p50-66

Palavras-chave:

Patrimônio, Historiografia, Constituição narrativa de sentido.

Resumo

Pretendemos tecer, neste artigo, algumas considerações sobre a produção historiográfica a respeito das políticas públicas de preservação patrimonial, com base na metateoria da História proposta por Rüsen (2001, 2010). Desse modo, tentaremos compreender como carências de sentido específicas enfrentadas por esses autores, em geral diretamente ligados ao próprio Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), conduziram à produção de uma historiografia reveladora, mas que também comporta alguns lapsos, sobre os quais desejamos lançar alguma luz. Além disso, indicaremos como alternativa a consideração mais ampla dos diversos agentes que atuaram junto ao IPHAN.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Francisco Figueiredo Lowande, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em História (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/Universidade Estadual de Campinas)

Downloads

Publicado

2013-04-11

Como Citar

Lowande, W. F. F. (2013). Orientando-se em meio a lapsos: considerações sobre a produção historiográfica relativa às políticas públicas de preservação patrimonial no Brasil. Revista CPC, (15), 50-66. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i15p50-66

Edição

Seção

Artigos