Sobre bibliotecas, memória e poder

Autores

  • Maria Lucia Montes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i17p47-66

Palavras-chave:

Bibliotecas, Escrita, Memória, Conhecimento, Tradição Oral,

Resumo

O artigo explora o impacto das tecnologias da informação e da comunicação na preservação do conhecimento e da memória, uma função tradicionalmente atribuída às bibliotecas após a invenção da escrita.  Compara o alcance e a flexibilidade das  novas mídias com a tradição oral dos poetas Grécia arcaica e dos griôs africanos enquanto guardiões da memória e da história do seu povo,  suas diferenças e similaridades ao tratar sobre a reflexão da produção do conhecimento e da memória, e das relações de poder que a sustenta. Apesar dos resultados imprevisíveis, dado os processos sociais que podem ser desencadeados, a democratização do acesso à informação e à comunicação provenientes das novas mídias é claramente um sinal e um instrumento de mudança na sociedade contemporânea. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-23

Como Citar

Montes, M. L. (2013). Sobre bibliotecas, memória e poder. Revista CPC, (17), 47-66. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i17p47-66

Edição

Seção

Coleções e Acervos